VWCO amplia participação de mercado em vendas de ônibus

Programa Caminho da Escola é importante para a indústria do setor de transporte. Foto: Divulgação.

Market share passou de 27% no ano passado para 30% até novembro de 2020

JESSICA MARQUES

A Volkswagen Caminhões e Ônibus informou ao Diário do Transporte que ampliou a participação de mercado em vendas de ônibus. O market share da marca passou de 27% no ano passado para 30% até novembro de 2020.

“A adesão e encomendas de chassis escolares do programa Caminho da Escola foram as razões principais deste bom desempenho”, informou a VWCO, em nota ao Diário do Transporte.

Além disso, a fabricante mostra-se otimista com relação ao mercado de ônibus, apesar da queda expressiva do número de vendas em todo o setor.

“O mercado de ônibus caiu em torno de 33% e nós caímos apenas 23%. Mas o mercado de caminhões caiu 13%, ou seja, o mercado de ônibus sofre mais que o de caminhões pelas razões óbvias: lockdown e evitar aglomerações, o que afeta o transporte urbano”, afirmou o presidente da Volkswagen Caminhões e Ônibus, Antonio Roberto Cortes, em entrevista coletiva.

De acordo com dados da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), a VWCO licenciou 3.874 chassis de ônibus de janeiro a novembro de 2020.

“As limitações em turismo e viagens afetam o transporte por ônibus de fretamento. Esperamos que com a solução tão desejada da questão do coronavírus a situação também volte a uma certa normalidade, mas temos que admitir que sofre mais do que caminhões”, complementou.

Cortes disse ainda que as vendas estão “menos mal do que o esperado” e projetou recuperação para o ano de 2021.

“Obviamente que esse cenário não é melhor do que aquele que esperávamos antes da pandemia, mas é importante se notar que essa já recuperação está acontecendo melhor do que esperávamos”, pontuou.

CONTRATAÇÕES E INVESTIMENTOS

Nesta linha otimista, a VWCO anunciou recentemente que está aumentando o ritmo de produção na linha dos produtos atuais para dar vazão às demandas e suprir o mercado.

Assim, mais 550 funcionários serão contratados e a fabricante fará um ciclo de investimentos de R$ 2 bilhões entre os anos de 2021 e 2025, destinados a novas tecnologias.

Relembre:

VWCO anuncia ciclo de investimento de R$ 2 bilhões e contratação de 550 funcionários

MARCO DE EXPORTAÇÕES

A VWCO informou ainda que atingiu o marco de 5 mil veículos exportados para a Colômbia, entre caminhões e ônibus. A empresa iniciou as exportações para o país há pouco mais de 20 anos, em 1997, com o envio de dois Volksbus 8.140.

O destaque deste ano é o chassi 8.160 OD. Entre os caminhões mais pedidos pelos clientes está o Delivery 11.180 e 9.170, além dos Constellation 17.280 e os cavalos mecânicos 19.360.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Deixe uma resposta