Prefeitura de Limeira (SP) autoriza novo subsídio ao transporte coletivo

Transporte coletivo é operado pela SOU Limeira. Foto: Oscar Nascimento da Silva/Ônibus Brasil.

Repasse financeiro foi aprovado pela Câmara e sancionado pelo prefeito

WILLIAN MOREIRA

A Prefeitura de Limeira, no interior de São Paulo, aprovou a Lei 6.512 de 16 de dezembro de 2020, que autoriza um novo aporte financeiro com recursos do município para o transporte público coletivo.

O projeto foi aprovado pela Câmara na segunda (14), com 14 votos favoráveis e cinco contrários. A medida foi tomada devido à crise causada no setor pela pandemia de Covid-19.

Segundo publicação no Diário Oficial desta quinta-feira (17), “fica autorizada a utilização dos valores orçamentários para o subsídio previstos na Lei n. 5.136, de 23 de julho de 2013, para, além de pagamento nela previsto do subsídio, e assim permitir um equilíbrio das contas previstas no contrato de concessão, ligadas aos orçamentos municipais de 2020 e 2021”.

Este não é o primeiro subsídio pago à empresa de ônibus SOU Limeira neste ano. Em junho, o prefeito Mario Celso Botion, aprovou a liberação de R$ 10 milhões para a empresa, que na época registrava uma forte queda na demanda diária de passageiros, resultado das medidas de distanciamento social.

Relembre:

Sancetur deve receber R$ 10 milhões em Limeira como subsídio emergencial por causa da pandemia

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Comentários

  1. Rodrigo Mendes disse:

    O prefeito de Limeira é uma pessoa que gosta de dar dinheiro a está empresa,,,, um péssimo prefeito que só foi reeleito porque pegou outro no segundo turno que o pai tinha péssima reputação. Resumindo contratou uma empresa provisória e ainda fica dando a cada 6 meses 10 milhões de reais e ela.

  2. Mayke disse:

    Na real, não está fácil para ninguém!!! Agora temos que bancar uma empresa privada que presta um serviço meia boca se analisar o custo x benefício, passagens caras e uma falta de organização com horários, sem falar a falta de lógica em diminuir a frota de ônibus para diminuir a transmissão da Covid, uma falta de respeito com a população!
    E esses politicos que aprovam esse tipo de repasse são uma vergonha!!! E estão prestando um desserviço a todos moradores de limeira!

Deixe uma resposta