Informe publicitário

No Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, Grupo Caio Induscar reforça programas internos para este público

Colaborador do Setor de Complemento de Peças

São mais de 15 anos de programas sociais desenvolvidos pela Caio Induscar em prol de seus colaboradores e da comunidade. Atuando em 18 frentes, a marca, uma das maiores fabricantes de ônibus do país, também possui um trabalho específico para a inclusão social de PcDs (Pessoas com Deficiência), que merece ser lembrado hoje, 03 de dezembro, Dia Internacional das Pessoas com Deficiência.

Setor de Complemento de Peças

Implantado no primeiro quadrimestre de 2018, o Setor de Complemento de Peças da Caio foi especialmente estruturado para receber colaboradores com deficiência. O setor, desde sua criação, passou por melhorias como a ampliação da estrutura física e bancadas de atividades para facilitar a locomoção, estudos ergonômicos para otimizar as condições de trabalho, além de rampas e outros itens instalados para proporcionar mais acessibilidade e segurança.

Os colaboradores PcDs contribuem de forma expressiva na produtividade da área fabril, já que antes os componentes fabricados no Setor de Complemento de Peças eram feitos na linha de produção.

Atualmente o setor está apto a realizar mais de 150 atividades diferentes, mais que o dobro das 60 iniciais, dentre elas, montagem de mata junta, cabos USB, sapatas de garra e para tubulação, dobradiça de janela, letreiros, além de corte e codificação de cabo para preparação de chassis, demonstrando o profissionalismo e o comprometimento da equipe.

Para Emerson Cristino Zonta, Supervisor do Setor de Complemento de Peças, a equipe é motivo de orgulho “Após um AVC, sofrido em 2017, fui reintregrado à empresa no ano seguinte, trabalhando no setor de Complemento de Peças. Posteriormente fui para outra área, mas esse setor sempre foi importante para mim. Quando fui convidado para assumir a supervisão do setor, no final de 2019, me senti privilegiado. Trabalho com uma equipe muito produtiva, que demonstra diariamente a vontade de evoluir.”

O diretor de Recursos Humanos da Caio, Maurício Lourenço da Cunha, reforça a necessidade de mais empresas se engajarem na causa “Faz parte de nossa cultura oferecer oportunidades para todos, sem distinção e desenvolver projetos sociais que gerem benefícios à comunidade. Por isso, sempre reforçamos que estamos de portas abertas para empresas que desejem implantar ações em prol da qualificação e inclusão”.

Outras informações sobre a Caio podem ser obtidas no site: http://www.caio.com.br, nas redes sociais @caioinduscaroficial e no LinkedIn Caio Induscar Oficial.

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Silvana Fernandes disse:

    Se não tiver uma fiscalização forte nesta pandemia que estamos vivendo.. não vamos prá isso nunca.. se e pra fechar fechar tudo farmácia, posto de gasolina mercados e padaria.. 30 dias e vamos ver se este vírus não vai embora… Sou a favor de fechar tudo e se desrespeitar cadeia..

Deixe uma resposta