Santos (SP) volta a adotar barreira sanitária e barrar ônibus e vans de fretamento

Vários órgãos da prefeitura vão atuar na fiscalização. Foto: Prefeitura de Santos (SP)

Novas autorizações do Citytour estão suspensas. Casos de Covid-19 voltaram a crescer na cidade

ADAMO BAZANI

A prefeitura de Santos, no litoral paulista, anunciou nesta sexta-feira, 27 de novembro de 2020, que vai voltar a barrar a entrada de vans e ônibus de fretamento por causa do crescimento de casos de Covid-19.

Serão realizadas barreira sanitárias nas madrugadas e manhãs de sábado (28) e domingo (29), na Avenida Martins Fontes, no Saboó, e na Avenida Presidente Wilson, no José Menino.

A decisão foi tomada em reunião realizada na última quinta-feira (26) entre os órgãos de fiscalização da Prefeitura e a medida deve reduzir a quantidade de pessoas nas praias, segundo nota da administração municipal.

A operação de restrição aos fretados será realizada pela Guarda Civil Municipal (GCM), em conjunto com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e a Secretaria de Turismo (Setur), com apoio da Polícia Militar.

Os veículos de city tour que já haviam obtido permissão da Setur para chegar às praias da cidade não terão acesso impedido neste final de semana, mas está temporariamente suspensa a emissão de novas autorizações.

Em nota, a prefeitura ainda informou que vai intensificar as fiscalizações em bares, restaurantes e shoppings.

BARES E RESTAURANTES

Também será intensificada pela Prefeitura a fiscalização de bares, baladas e restaurantes, especialmente onde houver maior incidência de aglomerações. Este trabalho já é realizado rotineiramente, durante noites e madrugadas, pelos fiscais da Secretaria de Finanças (Sefin), com apoio da GCM.

SHOPPINGS

Nos próximos fins de semana, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) vai verificar se vêm sendo cumpridas as normas estabelecidas para funcionamento de shopping center da Cidade, como aferição de temperatura corporal na entrada, utilização de máscara facial e disponibilização de álcool em gel e limite de clientes por loja.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Denise Teixeira de Abreu disse:

    Está certo essa providencia dos prefeitos do litoral, todo ano e a mesma baderna, poluindo as praias, fecha o acesso sim

  2. Denise Teixeira de Abreu disse:

    Os políticos precisam unir as forças para combater o coronavirus, sou a favor de outras formas de lazer, fechem o comércio

  3. Denise Teixeira de Abreu disse:

    Os turistas adotem outros tipos de lazer foras dos bares, shopping , casas noturnas da vida. Vão bagunçar o coreto em outro lugar, como diz no tempo antigo

Deixe uma resposta