Busscar anuncia exportação do primeiro El Buss 320 L

Pintura recebeu frase em Guarani que representa "Coragem"

Veículo foi adquirido pela Decatur, do Uruguai. Como mostrou o Diário do Transporte em primeira mão, a versão El Buss 320L foi apresentada ao mercado em novembro de 2019

ADAMO BAZANI

A fabricante de carrocerias de ônibus Busscar anunciou nesta terça-feira, 24 de novembro de 2020, a exportação da primeira unidade do modelo El Buss 320L para chassis de motor dianteiro.

A empresa que comprou o veículo é a Decatur, do Uruguai.

Com chassi Volkswagen 17-260, o ônibus tem configuração que segue exigência da empresa para o mercado uruguaio, como explica a encarroçadora em nota.

São 42 poltronas Class Convencionais com USB em todas as poltronas do salão, e cinto de segurança 03 pontos. O salão possui monitores de 15 polegadas, geladeira e sanitário. Para garantir a climatização o carro ar condicionado, calefação além de dois aquecedores elétricos. Para auxiliar nas manobras, foram colocadas duas câmeras, na frente focando o salão e traseira para marcha ré, integrada com o monitor, junto com sensor de estacionamento no para-choque traseiro com display e sinalizador sonoro.

A fabricante ainda detalhou que na pintura da empresa foi escrito o termo PY’ AGUASU que em Guarani significa “Coragem”, em referência aos investimentos em frota mesmo neste ano, de 2020, marcado pelas incertezas provocadas pela pandemia de Covid-19

Já foram exportados para o mercado uruguaio outros modelos da atual geração da Busscar, como VisstaBuss DD, em 2019; e em 2020 uma unidade do Vissta Buss 400.

Como mostrou o Diário do Transporte em primeira mão, a versão El Buss 320L foi apresentada ao mercado em novembro de 2019.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2019/11/09/novo-busscar-el-buss-320l-propoe-maior-sofisticacao-para-servicos-com-motor-dianteiro/

Entre os diferenciais do El Buss 320L está o conjunto ótico, com led, que o distancia de seu “primo” Caio Solar (modelo da encarroçadora Caio, que tem sócios em comum na Busscar).

A “testeira”, parte superior frontal, também tem um ar mais sofisticado, com o detalhe preto (tendência de design de ônibus) se expandindo ao teto.

A configuração interna pode variar de acordo com a necessidade da empresa. O veículo pode receber itens como geladeira, piso de imitação de madeira e sanitário.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Ismael Junior disse:

    Uma coisa que observei é que mesmo nos carros pra exportação a Busscar coloca esses adesivos refletivos. Há realmente necessidade disso, já que a norma só vale para o Brasil?

Deixe uma resposta