Greve de ônibus em Recife e RMR é suspensa e operação será normal nesta terça (24)

Ônibus em Recife

De acordo com sindicato, houve acordo sobre fim de dupla função nos ônibus metropolitanos

ADAMO BAZANI

O Sindicato dos Rodoviários do Recife e RMR informou que não haverá mais a greve de ônibus anunciada pela entidade para ocorrer nesta terça-feira, 24 de novembro de 2020.

Houve acordo com as empresas em reunião mediada pelo TRT – Tribunal Regional do Trabalho da 6ª região de Recife e Região Metropolitana.

Entre os pontos em consenso, segundo a entidade trabalhista, está a manutenção de empregos por seis meses (a não ser em casos de demissões  por justa causa) e a correção do tíquete refeição pela inflação, com discussão sobre eventual reajuste mais que será realizada mais para a frente.

Diante do acordo, o vice-presidente do TRT, Dione Nunes Furtado, determinou que não fosse realizada a paralisação sob pena de multa de R$ 30 mil por dia de greve ou protesto ao sindicato.

A entidade trabalhista também informou que o Governo do Estado editou portaria nesta segunda-feira (23) determinando que os ônibus na Região Metropolitana tenham motorista e cobrador, sendo proibida assim a dupla função.

Diário do Transporte mostrou que em 31 de outubro de 2020, prefeito de Recife, Geraldo Julio, sancionou a lei que permite o acúmulo de funções nas operações dentro da cidade.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/10/31/prefeito-de-recife-sanciona-lei-que-proibe-dupla-funcao-no-transporte-coletivo/

Em nota, o Grande Recife confirma o acordo

O Governo do Estado, Urbana-PE e Sindicato dos Rodoviários chegaram a um acordo para o cancelamento da greve dos rodoviários em audiência de mediação e conciliação do Tribunal Regional do Trabalho e Ministério Público do Trabalho, realizada nesta segunda-feira (23). Com o objetivo de manter a operação dos serviços de transporte coletivo, especialmente no estado de calamidade pública decorrente da epidemia do Covid-19, o Grande Recife editou portaria que estabelece a aplicação da lei municipal 18.761/ 2020 na Região Metropolitana. A determinação passa a valer a partir de 03/12, quando entra em vigor a lei da capital pernambucana.
Por sua vez, a Urbana-PE garantiu estabilidade de emprego por seis meses e reajuste de 2,69% aos rodoviários.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta