Linha 044 (Diadema/São Paulo) da EMTU vai ser operada com micro-ônibus após corte pela SPTrans

Ônibus convencional ainda quando a ligação era entre Diadema e Itaim Bibi

Serviço chegava até o Itaim Bibi e passou a servir apenas até o limite dos dois municípios. Passageiros reclamam do corte. Demanda foi afetada

ADAMO BAZANI

A Coordenadoria de Transportes Coletivos da STM (Secretaria dos Transportes Metropolitanos de São Paulo) autorizou que a linha 044 da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), operada pela MobiBrasil, passe a ser prestada com micro-ônibus em vez de ônibus comuns.

A decisão foi publicada oficialmente nesta quinta-feira, 05 de novembro de 2020.

A linha 044 liga São Paulo (Jardim Castelo) a Diadema (Centro), agora em sistema circular.

A demanda foi afetada por uma determinação da SPTrans, gerenciadora dos transportes da cidade de São Paulo, que não permitiu mais que a linha metropolitana fosse para o Itaim Bibi, o trajeto original.

Como mostrou o Diário do Transporte, em 22 de maio de 2020, a linha deixou de operar pela publicação da portaria SMT.GAB 071/2020 do então secretário municipal de Mobilidade e Transportes da capital paulista, Edson Caram

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/05/22/emtu-corta-trajeto-de-linha-intermunicipal-de-diadema-para-sao-paulo/

Na ocasião, a medida causou descontentamento de leitores e usuários do serviço.

Na área dos comentários, o leitor Raphael fez um relato das dificuldades com a opção a menos.

“Terei pena de muitos trabalhadores de Diadema que tem seus empregos as intermediações da Av. Santo Amaro e no Itaim. Perderam uma opção de transporte graças ao oportunismo do secretário municipal da Capital nessa pandemia. Terão partir do terminal Diadema a Av. Cupecê e concluir o caminho com a já sobrecarregada 516N Pça. Dom Gastão. Essa linha já era inferno com o apoio da 044 (da Divisa de Diadema ao Itaim Bibi o trajeto são os mesmos, mudando da bifurcação enquanto uma vem de Diadema a 516N parte da Vila Missionária – vizinho ao Jardim Miriam) vai ficar pior sem o intermunicipal. Quero ver depois que passar a pandemia. O que se fazia com cartão BOM agora vai ter que possuir o Bilhete Único e o custo da condução para o trajeto vai ficar mais caro”

Já a leitora Rose Cuidara disse que a opção faz falta.

“Não foi útil para nos passageiros, são muitos que vai ficar no prejuízo quando voltar ao trabalho esta linha tem muito trabalhando até o Itaim Bibi no meu caso estou pegando dois ônibus para chegar no meu trabalho e um sofrimento a linha 5012 Jabaquara + 516 N Dom Gastão. Isto é uma falta de respeito desse prefeito que não está conseguindo administrar nem a saúde pública e sem contar com a troca de bilhete e as empresas que não vai paga duas conduções, que gerará mais desemprego. Precisam rever estas mudanças”.

A leitora Ana Paula também disse que a medida prejudicou trabalhadores que precisavam do trajeto original da linha.

“Isso é absurdo tirar uma linha que muitos utilizam muitas pessoas moram em Diadema e trabalham no Itaim como eu, por exemplo, agora temos que sair mais cedo e gastar mais com condução”

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Alfredo disse:

    Força, foco e fé em ferrar os usuários do transporte intermunicipal, mantra do prefeito Covas com a simpatia do seu amigo Doria, uma dupla expert em criar dificuldades e prometer ilusões ao povo paulista, com a respectiva indiferença dos vereazores e deputazos estaduais, e esse sujeito ainda quer mais um mandato, fora Covas

  2. Marcos Borges disse:

    Pior é que o prefeito atual vai ser reeleito.Oi povo .está satisfeito com o que está aí.

  3. Marcos Borges disse:

    Depois não reclamem.A chance de tirar esse prefeito é agora.Mas a confirmar as pesquisas ele vai ficar aí mais 4 anos.Acho que 99 por cento do povo não precisa de ônibus ou então está gostando do que está aí.Se esse prefeito for reeleito de novo eu digo:NÃO RECLAMEM DEPOIS.

  4. PAUL WILLIAM DIXON disse:

    Deviam voltar os ônibus da região metropolitana diretos ao Centro. Nos bons tempos este 044 ia até a Bela Vista.
    Porque não aproveita o terreno vago da antiga Rodoviária da Luz para colocar pontos de 37 linhas novas, uma para cada município da RMSP? Bastaria um terminal simples.
    E fora Covas e fora Bozo!
    Tive que ir a SBC outro dia, esperei mais de 30 minutos para conexão no Sacomã. Se as linhas 152 e 153 fossem até o Centro, como nos bons tempos, teria economizado 30 minutos e muita inconveniência (uso muletas).

Deixe uma resposta