Campinas (SP) libera trecho inicial do BRT Ouro Verde para operação

Publicado em: 16 de outubro de 2020

Segundo a Emdec, nova liberação proporciona a conexão entre o Terminal Central e o futuro Terminal BRT Campos Elíseos. Foto: Divulgação.

Circulação já está sendo realizada nas avenidas Amoreiras e João Jorge

JESSICA MARQUES

O trecho inicial do Corredor BRT (Bus Rapid Transit – Ônibus de Trânsito Rápido) Ouro Verde foi liberado para circulação nesta quinta-feira, 15 de outubro de 2020, em Campinas, no interior de São Paulo. A liberação foi realizada nas avenidas João Jorge e Amoreiras.

De acordo com a Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas), a abertura do trecho para operação permite a conexão entre o Terminal Central e o futuro Terminal BRT Campos Elíseos.

Com a nova liberação, a conexão entre a região do Ouro Verde e o Centro, pelo transporte público, volta a ser feita pelo corredor exclusivo da Amoreiras e não mais pela Avenida Prefeito Faria Lima, facilitando o acesso ao Hospital Municipal Dr. Mário Gatti, Hospital Metropolitano e AME (Ambulatório Médico de Especialidades).

Foram liberadas duas faixas exclusivas de concreto (uma por sentido) na Avenida das Amoreiras, no trecho entre a João Jorge e a Prefeito Faria Lima. Na Avenida João Jorge, entre o viaduto Miguel Vicente Cury e a Amoreiras, são duas faixas (uma por sentido) dedicadas ao transporte público, com espaço para ultrapassagem junto às estações.

PONTOS ALTERADOS

Dezoito linhas de ônibus do sistema convencional de transporte tiveram o itinerário alterado para passar a circular no Corredor BRT. São elas: 121, 131, 133, 140, 141, 142, 153, 154, 161, 162, 163, 164, 199, 213, 228, 317, 382 e 404. Juntas, as linhas transportam cerca de 62 mil passageiros diariamente.

Quatro pontos de ônibus foram ativados no corredor da Amoreiras. No sentido bairro, após a Rua São Carlos e na altura do SESI (Serviço Social da Indústria). No sentido Centro, anterior à Rua São Carlos e oposto ao SESI. Futuramente, a operação do sistema BRT ocorrerá na Estação BRT Mário Gatti, que está sendo finalizada.

Os pontos de ônibus localizados nas avenidas Prestes Maia e Faria Lima deixam de atender as linhas impactadas. As linhas 118, 125 e 502 mantêm o atendimento na Faria Lima.

Na Avenida João Jorge, as linhas seguem realizando embarque e desembarque pela faixa da direita. O ponto de ônibus localizado em frente ao banco Bradesco foi remanejado para a altura do cruzamento com a Rua Dr. Salles Oliveira. Os demais pontos permanecem inalterados. As estações BRT (piso elevado) e BRS (piso baixo) João Jorge serão ativadas futuramente.

TRÂNSITO

Com a nova dinâmica de circulação, a transposição da Avenida das Amoreiras pela Faria Lima deixou de ser permitida definitivamente. Os motoristas que trafegam pela Prefeito Faria Lima com destino à região do Ouro Verde devem prosseguir pela avenida e acessar o próximo retorno, na altura ao Departamento de Parques e Jardins (DPJ), para chegar à Amoreiras.

O cruzamento passa a ocorrer em dois tempos semafóricos, em vez de três, ampliando a fluidez viária no trecho. A velocidade máxima permitida é de 50 km/h, ao longo do trecho liberado. Nos pontos que permanecem em obras, é reduzida para 40 km/h.

Segundo a Emdec, o trecho liberado na Avenida João Jorge possui, predominantemente, seis faixas de rolamento (três por sentido) destinadas ao tráfego em geral, que receberam requalificação asfáltica. A iluminação dos corredores é em LED, com a fiação subterrânea.

O trecho recebeu nova sinalização viária; tanto vertical (placas), como horizontal (solo). O canteiro central recebeu paisagismo (implantação de grama) e novos conjuntos semafóricos foram instalados.

TRECHOS LIBERADOS

Somados aos trechos ativados anteriormente, todo o lote 3 do BRT de Campinas está liberado para circulação, segundo a Prefeitura. O início é na Avenida João Jorge, seguindo por toda a Amoreiras até o Terminal BRT Campos Elíseos. Nesse percurso, são quase cinco quilômetros de faixas exclusivas.

A Emdec informou ainda que este é o décimo trecho dos Corredores BRT liberado para circulação, totalizando cerca de 17 quilômetros.

O trecho liberado integra o Lote 3 do BRT de Campinas e é parte do trecho 1 do Corredor Ouro Verde. O trecho 1 conta com 4,8 quilômetros de extensão e liga a região central até a Estação Campos Elíseos. No total, o BRT Ouro Verde contempla 14,6 quilômetros de extensão, saindo do Terminal Central e seguindo pelas avenidas João Jorge, Amoreiras, Ruy Rodriguez, Camucim até o Terminal Vida Nova.

Juntos, os três corredores BRT do município – Campo Grande, Ouro Verde e Perimetral – somam 36,6 quilômetros de extensão. O desenvolvimento das obras atingiu 85% e cerca de 95% dos corredores estão pavimentados. Dezesseis das 18 pontes e viadutos estão em execução; 19 das 37 estações foram finalizadas; e um dos seis terminais previstos já foi parcialmente ativado, no Jardim Satélite Íris.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Plácido de Sousa disse:

    Legal, mas precisa a EMDEC trabalhar mais, pois tem muito motorista folgado de carro de passeio usando a faixa exclusiva do BRT na Av. das Amoreiras e não vejo um fiscal de trânsito para coibir isso, daí ficamos parado no trânsito em quanto somos ultrapassados por estes safados q utilizam a faixa do BRT e que não respeitam nada, nem ninguém.

Deixe uma resposta