Porto Alegre altera limite de lotação dos ônibus a partir desta segunda (5)

Publicado em: 5 de outubro de 2020

Foto: prefeitura de Porto Alegre

Medida determina 20 pessoas em pé no veículo comum e 30 nos articulados

ALEXANDRE PELEGI

A prefeitura de Porto Alegre ampliou o limite de passageiros no transporte coletivo a partir desta segunda-feira, 05 de outubro de 2020.

Publicada em edição extra desse sábado, 3, o limite de passageiros nos ônibus ficou definido desta forma:

Ônibus comum: número de assentos mais 20 pessoas em pé;

Ônibus Articulado: número de assentos mais 30 pessoas em pé.

Essa ampliação de lugares representa cerca de 70% da capacidade total.

Segundo comunicado da prefeitura da capital gaúcha, na última semana o número de passageiros apresentou redução de 60% em relação ao que era transportado em um dia útil típico, mesmo com a volta de algumas atividades e a normalização do fluxo de veículos (mais de 90% de um dia típico).

Projeção feita pela Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) aponta que a ampliação já é suficiente para suprir a expectativa de aumento da demanda de passageiros.

Como mostrou o Diário do Transporte, após a confirmação da volta às aulas na próxima semana, a prefeitura informou mais uma ampliação da oferta de transporte público para se adequar à projeção de aumento de passageiros.

A partir de sábado, 3:

Linha C2 – Passa a circular com ajuste na tabela horária e intervalo médio de 40 minutos entre viagens. A primeira viagem será às 7h e a última, às 20h07.

A partir de domingo, 4:

Linha C2 Circular Praça XV – Terá intervalo médio entre viagens de 40 minutos. A primeira viagem será às 7h e última, às 20h07.

Lotação 10.6 Restinga/10.61 – Restinga Nova/10.62  – Restinga Velha – As linhas 10.61 e 10.62 passam a circular domingo e a 10.6 terá adequações na tabela horária. Restinga Nova terá 32 viagens: 14 bairro ao Centro e 18 Centro ao bairro. Restinga Velha terá 22 viagens: 10 bairro ao Centro e 12 Centro ao bairro.

A partir de segunda-feira, 5:

4951 Manoel Elias/Morro Santana – Terá ampliação de uma viagem na faixa das 7h, o que resultará em redução do intervalo médio entre viagens de 12 para 10 minutos (16%) nessa faixa horária.

433 Vila Jardim – Intervalos de viagem no pico da manhã, entre 6h e 8h,  passam a ser em média a cada 23 minutos.

T4 – Ampliação de uma viagem no sentido Sul-Norte na faixa das 6h, o que reduzirá o intervalo médio entre viagens de 14 para 11 minutos (21%) nesse horário.

T6 – Ampliação de uma viagem no sentido Norte-Sul na faixa das 7h, o que reduzirá o intervalo médio entre viagens de 8 para 7 minutos (12%).

T11 – Ampliação de quatro viagens, duas por sentido, no pico da manhã (das 6h às 8h), o que diminuirá o intervalo médio entre viagens de 13 para 10 minutos (23%).

VM10 – Restinga Nova Via Velha/5 UNID/Noturna – Duas novas viagens ao dia, às 18h40 no sentido bairro ao Centro, e 19h55 no sentido Centro ao bairro.

186 Liberal – Altera a viagem das 6h33 no sentido Centro ao bairro para 6h40.

267.5 Lami até Cavalhada – A viagem das 11h40, no sentido bairro-terminal passa para 11h10.

Lotação 40.42 Petrópolis Irmãos Maristas – Muda o itinerário na região central. A linha passará a acessar a Praça XV de Novembro, rua Marechal Floriano Peixoto, Rua dos Andradas e avenida Independência, retomando o itinerário atual a partir da rua Sarmento Leite. Será mais uma opção a quem quiser se deslocar do Centro até a Santa Casa – trecho da praça Dom Feliciano até a rua Sarmento Leite, com destino ao eixo da avenida Protásio Alves e bairros Alto Petrópolis e Jardim Leopoldina. Os passageiros com embarque na avenida Júlio de Castilhos e na rodoviária seguirão sendo atendidos pelas linhas 40.4 Petrópolis Sesc e 40.41 Petrópolis Fapa.

Lotação 30.23 – Partenon/Bonsucesso – Linha criada para ser mais uma opção de deslocamento até a Lomba do Pinheiro, com atendimento à comunidade de Bonsucesso pelo sistema de lotação.

FISCALIZAÇÃO

A prefeitura afirma que todos os dias são realizadas blitze para verificar o cumprimento das medidas para conter a contaminação por conoravírus.

Do dia 16 de março até 2 de outubro, foram realizadas mais de 37 mil ações de fiscalização, 27.376 delas no transporte coletivo.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta