Liminar determina 65% dos ônibus de volta às ruas em Cascavel

Publicado em: 5 de outubro de 2020

Ônibus da Pioneira Transportes. Foto: Guilherme Rogge

Em caso de descumprimento multa será de R$ 70 mil por dia

ALEXANDRE PELEGI

O Sinttracovel (Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Coletivo Urbano de Cascavel) deverá colocar na rua 65% da frota dos ônibus do transporte coletivo do município paranaense imediatamente.

A decisão saiu na tarde desta segunda-feira, 05 de outubro de 2020, em caráter liminar, determinada pelo desembargador do Trabalho na cidade do interior do Paraná, Célio Horst Waldraff.

Caso não cumpra a determinação judicial, o sindicato dos trabalhadores terá de arcar com multa diária de R$ 70 mil.

Como mostrou o Diário do Transporte a greve começou nesta segunda, e paralisou 100% da frota por volta das 8h30. Relembre: Após manhã tranquila, transporte coletivo de Cascavel (PR) paralisa 100% dos serviços nesta segunda (05)

As empresas Pioneira e Capital do Oeste, concessionárias do transporte municipal, recorreram à Justiça sob argumento de que a greve é ilegal, pois 100% da frota ficou sem circular.

Como afirmou o Secretário de Comunicação da Prefeitura, ao se manifestar sobre a paralisação na tarde de hoje, a lei federal determina que ao menos 30% dos ônibus devem operar. Relembre: Prefeitura de Cascavel diz que greve dos transportes é ilegal, e empresas entram na justiça

Uma audiência de conciliação ficou marcada para a próxima sexta-feira, 09 de outubro, às 14h.

O presidente do Sinttracovel afirmou hoje mais cedo que os trabalhadores seguiriam com a greve, a não ser que houvesse uma proposta viável das empresas, ou que a Justiça concedesse liminar determinando a volta dos ônibus.

Com a liminar, a expectativa é que os ônibus comecem a voltar às ruas ainda hoje

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Adilson Pinto disse:

    Um verdadeiro desrespeito ao trabalhador , que precisa do transporte coletivo para se locomover de casa ao trabalho! Tão essencial quanto o hospital, o bombeiro, a polícia, o ônibus coletivo exerce um papel primordial no contexto da sociedade de baixa renda, que não pode ter um veículo próprio! Perdi uma entrevista de trabalho na tarde de hoje, pois não consegui ônibus, nem Uber , nem Taxi! Se eu for prejudicado, processo o Sindicato!

Deixe uma resposta