ARTESP realiza fiscalização em terminais rodoviários de Campinas e São Paulo

Publicado em: 12 de setembro de 2020

Foto: divulgação ARTESP

O objetivo foi verificar se as empresas estão respeitando os horários determinados

WILLIAN MOREIRA

A Agência de Transporte do Estado de São Paulo (ARTESP) realizou nessa quinta-feira, 10 de setembro de 2020, ação de fiscalização em Terminais Rodoviários nas cidades de Campinas e São Paulo.

O principal objetivo da ação da Agência foi verificar se os horários das partidas dos ônibus estavam sendo respeitados no período atual, que passou a fase mais aguda da Covid-19.

Ao todo 17 agentes participaram da operação, fiscalizando 155 veículos, autuando 32 e apreendendo 1.

No Terminal Rodoviário do Tietê foram 62 fiscalizados e 12 autuados.

Já no Terminal Rodoviário da Barra Funda, 45 veículos averiguados, 16 autuados e 1 retido.

No Terminal do Jabaquara 22 ônibus foram alvos da ação, dois deles autuados.

O último terminal foi em Campinas, com 26 veículos fiscalizados e 2 autuados.

O objetivo principal destas operações nos terminais rodoviários é manter o equilíbrio entre a retomada das atividades após a melhora da pandemia no Estado de São Paulo e o atendimento das empresas ao aumento da demanda relativo a esta retomada. Os fiscais observaram se os embarques foram realizados dentro dos horários determinados e se não ocorreu excesso de passageiros nos guichês”, afirma Reonaldo Raitz Leandro, Superintendente de Fiscalização da Diretoria de Procedimentos e Logística da ARTESP em nota divulgada para a imprensa.

Também foi verificado se estes veículos estavam em boas condições quanto à sua segurança e nas questões de higiene para evitar a propagação do coronavírus.

Motoristas receberam orientações sobre a importância do uso de máscaras e de alertar os passageiros disto no embarque.

Já as empresas foram orientadas a cumprir os horários determinados e evitar aglomerações em filas nos guichês e para embarque nos ônibus.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta