Região de Bordeaux, na França, convoca sete fabricantes de ônibus para implantar mobilidade elétrica

Publicado em: 22 de agosto de 2020

Ônibus elétrico articulado da Irizar. Uma das participantes do chamamento

Até 2022, poder público quer uma frota de ao menos 60 coletivos movidos à eletricidade

ADAMO BAZANI

A Bordeaux Métropole, que corresponde à região metropolitana de Bordeaux, na França, convocou sete fabricantes de ônibus para um plano de implantação de mobilidade elétrica.

O chamamento ocorreu nesta semana.

A intenção das autoridades locais é implantar um sistema com ao menos 60 ônibus elétricos de ligação metropolitana entre cidades até o fim de 2022 ou início de 2023, de acordo com a imprensa local.

Foram chamadas as empresas Alstom, Bolloré, Heuliez Bus, Irizar, Mercedes-Benz, MAN e Yutong.

As fabricantes devem apresentar os modelos que podem ser usados no projeto ou prováveis lançamentos, sistemas de carregamento e previsões de autonomia de baterias,além de ceder veículos gratuitamente para estes.

O governo integrado da região pode escolher uma ou mais proposta.

A região metropolitana reúne 28 municípios com quase 800 mil habitantes, dos quais mais de 250 mil em Bordeaux.

As cidades são cobertas por uma rede de transporte unificada, contanto inclusive com um sistema tarifário integrado.

Os municípios são:

Ambarès-et-Lagrave,  Ambès,  Artigues-près-Bordeaux,  Bassens, Bègles, Blanquefort, Bordeaux, Bouliac, Le Bouscat, Bruges, Carbon-Blanc, Cenon, Eysines,  Floirac, Gradignan, Le Haillan, Lormont, Martignas-sur-Jalle, Mérignac,  Parempuyre, Pessac, Saint-Aubin-de-Médoc,  Saint-Louis-de-Montferrand,  Saint-Médard-en-Jalles, Saint-Vincent-de-Paul,  Le Taillan-Médoc, Talence, Villenave-d’Ornon

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Élio J. B. Camargo disse:

    Energia elétrica, proveniente em sua maior parte (85%) de 58 reatores nucleares.

Deixe uma resposta