Juiz de Fora tem 60% dos ônibus circulando no quinto dia de greve 

Publicado em: 22 de agosto de 2020

Foto: Gabriel Cruz/Ônibus Brasil

Após reunião entre TRT, sindicato e empresa, ficou definido a volta parcial da frota

WILLIAN MOREIRA

A paralisação dos trabalhadores do transporte público em Juiz de Fora, Minas Gerais, chegou ao quinto dia neste sábado, 22 de agosto de 2020, mas com a volta parcial da operação.

Após reunião realizada na sexta-feira, 21, entre o Ministério Público do Trabalho (MPT), o sindicato que representa a categoria, o Sinttro, e a empresa Ansal, onde se discutiu a questão dos pagamentos dos direitos em atraso, ficou definido o retorno parcial dos veículos para atender à população.

Com isto, 60% dos ônibus estão circulando hoje, seguindo seus respectivos itinerários.

ENTENDA A GREVE

HISTÓRICO

A crise que afeta o transporte local vem desde abril de 2020, quando os efeitos da pandemia começaram a afetar de forma mais séria a saúde financeira das empresas, refletindo no pagamento dos seus colaboradores.

Na ocasião, o Sinttro e a Auto Nossa Senhora Aparecida Ltda (Ansal) negociavam para que não houvesse a demissão de 198 pessoas.

A Ansal justificou que estes funcionários seriam contratados em regime de experiência, e a queda de 80% das receitas impedia que fossem efetivados.

Desde então, outras paralisações como forma de protesto vêm acontecendo. Em julho, devido atrasos em pagamentos pela Goretti Irmãos Ltda (Gil), houve a adesão de trabalhadores de outras empresas. Em todas elas, os funcionários se queixam de algum problema com pagamento, seja salário ou algum benefício.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta