Mercedes-Benz confirma testes com ônibus urbano Euro 6 com motor fabricado na Alemanha

Publicado em: 15 de julho de 2020

Veículo de teste com conjunto Powertrain Euro 6 fabricado na Alemanha. Fotos: Moacir F. Barboza.

Um dos veículos tem 23 metros e foi visto circulando em vias do ABC Paulista

ADAMO BAZANI / JESSICA MARQUES

A fabricante de ônibus Mercedes-Benz, de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, confirmou ao Diário do Transporte que já estão em andamento os testes da motorização Euro 6 (padrão de restrição a emissões de poluentes) em modelo de ônibus urbano.

Ao menos um veículo de 23 metros de comprimento, com carroceria Caio Millennium IV, foi visto em vias da região do ABC Paulista. De acordo com a montadora, o conjunto de propulsão é fabricado na Alemanha.

O veículo possui ar condicionado Eberspaecher AC353 G4 A.II que proporcional oferece redução de combustível e conforto ao passageiro.

“Este ônibus é um veículo de teste com conjunto Powertrain Euro 6 fabricado na Alemanha” – informou a Mercedes-Benz, em resposta à reportagem do Diário do Transporte.

WhatsApp Image 2020-07-15 at 13.54.02 (1)

Outras imagens compartilhadas em redes sociais mostram um ônibus com modelo semelhante pintado na cor prata.

Como mostrou o Diário do Transporte, em 12 de maio de 2020, a Mercedes-Benz já havia confirmado os testes com um modelo rodoviário. Na ocasião, o chassi foi visto com carroceria Busscar Vissta Buss DD..

Relembre: Mercedes-Benz inicia testes da tecnologia Euro 6 para ônibus em São Bernardo do Campo

PADRÃO DE MOTORIZAÇÃO

O padrão atual dos motores a diesel no Brasil, desde 2012/2013 é o Euro V. Esta motorização já tem restrições de emissões, porém mais poluente que o Euro 6.

Em 21 de novembro de 2018, o Diário do Transporte noticiou que o Conama – Conselho Nacional do Meio Ambiente publicou a resolução 490, que estabelece a oitava fase do Programa de Controle de Emissões Veiculares – Proconve 8 com base nas normas internacionais Euro 6, de restrição de poluição por ônibus, caminhões e demais veículos comerciais a diesel dotados de motores com a mesma potência e torque semelhante.

De acordo com a resolução, o Euro 6 entra em vigor no Brasil a partir de 1º de janeiro de 2023 para modelos já em produção.

Os novos modelos de ônibus e caminhões devem ser homologados nos padrões Euro 6 a partir de 1º de janeiro de 2022.

O Euro 6 já está em vigor em outras nações como Estados Unidos desde 2010, países da Europa desde 2012 e no Chile desde 2016. Na China, deve entrar em vigor em 2021.

Entretanto, há uma movimentação do mercado para que seja postergada a data.

Adamo Bazani e Jessica Marques, jornalistas especializados em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Mendes disse:

    Se o motor veio da Alemanha, então só pode ser o OM-470, que equipa o Citaro! Será que irão adotá-lo no Brasil ou tentarão, se possível, “converter” o velho OM-457 para Euro VI?

  2. Eduardo Vasconcelos disse:

    É o conjunto do OC500, OM470 mesmo. Devem aposentar o OM457, descendente do bom e velho bloco projetado em conjunto com a MAN.

  3. RodrigoZika disse:

    Pena que ira demorar, mais achei muito top essa cor toda preta, poderia ser a cor dos da capital, e com a cor da área por cima com pequenos detalhes pretos, seria um diferencial.

  4. Jair Bolsonaro disse:

    Tem um outro nessa cor cinza também.

    1. diariodotransporte disse:

      Sim, no texto relata

  5. Ronaldo ceola disse:

    Bom dia gostaria de perguntar como fica a situação do transporte de ônibus por aplicativo está autorizado ou nao pois nao vejo a fiscalização em cima deles e tanta aplicação para um transporte eficiente como esses ônibus sabendo que os carros de aplicativo estão tirando os passageiros dos ônibus e também dos táxis será que as empresas e a prefeitura mais a justiça ira fazer alguma coisa pra combater isso? Isso é minha dúvida

  6. Zé Tros disse:

    O OM-457LA já foi aposentado para o Euro VI, assim como os motores em V OM-501LA e OM-502LA. Aqui no Brasil já está sendo usado o OM-471LA, de 13 litros, no novo Actros 2653. Nos chassis da linha OC-500 e Citaro, o motor utilizado é o OM-470LA de 11 litros, com potência de 360 cv/1700 Nm e 394 cv/1900 Nm.

  7. Paulo Gil disse:

    Zé Tros, boa noite.

    Prazer em ler suas informações técnica por aqui.

    Forte abraço.

    SAÚDE A TODOS!

    Att,

    Paulo Gil

  8. Paulo Gil disse:

    Amigos, boa noite.

    Até que enfim a MBB avançou.

    Temos de estar em paralelo com o primeiro mundo.

    Espero que ela comece a pensar no e-Citaro-BR e na e- Sprinter-BB.

    Chega de sermos atrasados.

    SAUDE A TODOS!

    Att,

    Paulo Gil

  9. Marco Antônio da Silva disse:

    Tomara que eles venham pras banda de Itu para eu poder pagar um pau para eles😀!!!

  10. Zé Tros disse:

    Obrigado pelas palavras Paulo Gil. Abraço.

    Zé Tros

  11. ZéTros disse:

    Boa Tarde Paulo,

    Esses avanços dependem mais dos gestores do que das fabricantes. Estas se limitam pelas burrocracias dos gestores.

    As normas Euro VI estão previstas para vigorar a partir de 2022/2023 e veremos muitos veículos de testes, urbanos e rodoviários até lá.

    Quanto ao e-Citaro e e-Sprinter, esqueça. Primeiro pq há um acordo entre as fabricantes de carrocerias e a Mercedes desta não fabricar mais carrocerias e segundo é que os empresários não investiam nem O-500 U, exceto São Paulo, imagine se invgestiriam em e-Citaro. Ainda mais agora que a economia que já não estava lá essas coisas, foi atingida em cheio pela covid-19.

    ZéTros

Deixe uma resposta