Com trens fabricados em Taubaté (SP), Alstom fornecerá sistema de metrô integrado para Taiwan

Publicado em: 10 de julho de 2020

Contrato para o projeto foi vencido por consórcio liderado pela fabricante, que fará a extensão da Linha 7 do Metrô de Taipei  

ALEXANDRE PELEGI

A Alstom acaba de assinar contrato para a extensão da Fase Dois da Linha 7 do Metrô de Taipei (Taiwan).

À frente de um consórcio com a empresa de serviços de engenharia e contratação taiwanesa CTCI, a empresa assegurou um valor de cerca de € 424 milhões (R$ 2,5 bilhões), sendo a participação da Alstom de aproximadamente € 248 milhões (R$ 1,5 bilhão).

A Fase Um foi outorgada pelo Systemwide E&M Project Office (SEMPO) do Departamento do Sistema de Trânsito Rápido de Taipei em 2018. Esta foi estendida com uma nova linha de metrô, abrangendo 13,3 km adicionais com 13 estações como parte da Fase Dois.

A expectativa é que o projeto esteja totalmente concluído por volta do final de 2028, quando a linha de metrô com capacidade média de 22,8 quilômetros, também conhecida como Linha Wanda Zhonghe Shulin, ligará a Cidade de Taipei à Nova Taipei.

No contrato assinado em 23 de junho de 2020, a Alstom ficará responsável pelo design, fornecimento, fabricação, teste e comissionamento de 16 trens Metropolis adicionais de quatro carros totalmente automatizados. Isso inclui sistema de sinalização Communication Based Train Control (CBTC) Urbalis 400, sistema Supervisory Control and Data Acquisition (SCADA), bem como portas de segurança nas plataformas.

Os trens serão fabricados na unidade da Alstom em Taubaté, no Brasil, enquanto o sistema de sinalização será entregue pelas unidades de Saint-Ouen, na França, e Bangalore, na Índia.

A Alstom e a CTCI realizarão conjuntamente a gestão de projeto e a integração de sistemas.

Caberá à CTCI fornecer as obras de trilhos, alimentação, equipamentos de depósito, sistemas de Telecomunicações e Bilhetagem.

Ling Fang, Vice-presidente Sênior da Alstom Ásia-Pacífico, afirmou que a Linha 7 do Metrô de Taipei, que se interconecta com outras cinco linhas 2, será um divisor de águas para os passageiros de Taipei, “e a Alstom tem o prazer de continuar fazendo parte desse projeto icônico. O sucesso dessa extensão de projeto com o SEMPO nos posiciona como um parceiro confiável de longo prazo para Taiwan e muito além dos nossos 40 anos de presença ativa“.

Conforme comunicado da Asltom, os trens fabricados pela empresa atendem aos metrôs de muitas das grandes cidades do mundo, incluindo Amsterdã, Barcelona, Londres, Paris e Cingapura.

Com mais de 65 anos de experiência na produção de metrôs, a empresa vendeu mais de 17.000 carros que operam em 55 cidades ao redor do mundo e transportam 30 milhões de passageiros todos os dias.

Em Taiwan, a Alstom fornece sistemas de sinalização para todas as linhas de metrô de Taipei, exceto uma, e atualmente está fornecendo um sistema de sinalização sem condutor para a linha de metrô Taichung Green.

Em 2017, a Alstom venceu seu primeiro projeto de VLT em Taiwan, fornecendo seu mais novo VLT Citadis para a fase dois da linha de VLT Kaohsiung.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta