CPTM amplia prazo para a construção de viadutos e firma convênio com SPTrans para extensão da linha 9-Esmeralda

Publicado em: 4 de junho de 2020

Trecho 1 é prometido para este ano ainda

Aditivo é de mais três meses e valor aumenta em R$ 328 mil. Com segundo aditivo, obra está R$ 1,6 milhão mais cara. Convênio com gerenciadora da capital é para terminal de ônibus em Varginha

ADAMO BAZANI

A Construtora Ubiratan Ltda vai ter mais três meses para concluir a construção dos viadutos rodoviários para transposição da Linha 9 – Esmeralda da CPTM, trecho Grajaú/Varginha, da extensão para o extremo Sul da cidade de São Paulo.

Houve acréscimos nas planilhas de obras o que vai demandar este tempo maior para implantação.

O valor que a construtora vai receber também teve um acréscimo: R$ 328 mil (R$ 328.229,03)

Já é o segundo aditivo que aumenta o custo da obra. O primeiro foi assinado em 29 de abril de 2019 e possibilitou aumento de R$ 1,27 milhão (R$ 1.278.075,97) e ampliação em 12 meses do prazo para a conclusão.

O valor inicial da obra era de R$ 6.673.048,21. Assim, com estes dois aditivos, os viadutos já estão R$ 1,6 milhão (R$ 1.606.305,00) mais caros e com tempo maior para a conclusão.

Assim, a obra passará a custar R$ 8,27 milhões (R$ 8.279.353,21)

TERMINAL DE ÔNIBUS:

Ainda em relação à extensão da linha 9-Esmeralda, foi publicado oficialmente nesta quinta-feira, 04 de junho de 2020, o extrato de convênio com a SPTrans (São Paulo Transporte) para  a implantação do Terminal Estação Varginha, localizado junto à futura estação Varginha.

O terminal deve receber ônibus e micro-ônibus do subsistema local das linhas municipais que servem bairros ainda mais no extremo da cidade.

O prazo de vigência é de 36 meses com renovações periódicas.

PREVISÕES:

Como mostrou o Diário do Transporte, a retomada das obras da estação Varginha, no extremo da Zona Sul da capital paulista, ocorreu em janeiro de 2020. A promessa do governador João Doria, na ocasião, era de entrega da estação em julho de 2022. A obra estava parada desde 2015 por causa de problemas em relação aos contratos.

Também no mesmo dia, 18 de janeiro de 2020, o presidente da CPTM, Pedro Moro, disse que o terminal de ônibus terá em torno de 10 mil metros quadrados e plataformas cobertas para embarque e desembarque.

A estação Varginha da CPTM terá cinco mil metros quadrados de área, quatro andares com acessos e mezaninos e deve receber em torno de 50 mil passageiros por dia.

O custo total da obra, de acordo com o governador João Doria, será de R$ 152 milhões, com recursos do governo de São Paulo e também da União.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/01/18/doria-promete-retomada-de-todas-obras-paradas-ate-julho-deste-ano-e-entrega-da-estacao-varginha-ate-metade-de-2022/

Já no dia 11 de janeiro de 2020, em visita às obras da estação Vila Natal Mendes, intermediária da extensão, o presidente da CPTM disse ao Diário do Transporte que a previsão de entrega do lote 01 da extensão era até o final de 2020.

O prolongamento da linha 9-Esmeralda (hoje Osasco/Grajaú) terá dois trechos: Grajaú/Vila Natal-Mendes e Vila Natal-Mendes/Varginha.

OS DOCUMENTOS OFICIAIS:

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. JOSE LUIZ VILLAR COEDO disse:

    Mas e o Terminal Varginha, da SPTrans, na Area 06, JÁ existente à vários anos… Não é ÚTIL para a CPTM ?! Nao é nem perto da futura Estação?

  2. Roston Gomes Santos Gomes disse:

    Eu acho que o GOVERNO DO ESTADO tem que deixar de investir em TRENS E METRO na CIDADE de SAO PAULO,E INVESTIR MAIS NOS MUNICIPIOS DA GRANDE SAO PAULO,POIS EM TROCA O PREFEITO BRUNO.COVAS DA O TROCO AO GOVERNO DO ESTADO O CANCRLAMENTO DE DEZENAS DE LINHAS DE ONIBUS INTERMUNICIPAIS DENTRO DA CIDADE DE SAO PAULO PREJUDICANDO OS MUNICIPIOS VIZINHOS O GOVERNO DO ESTADO SO GOVERNA EM PRO DA CIDADE DE SAO PAULO (JA TEM MUITA COISA ( TEM QUE INVISTIR NOS MUNICIPIOS VIZINHOS

Deixe uma resposta para JOSE LUIZ VILLAR COEDO Cancelar resposta