Guarulhos prorroga determinações de quarentena até 29 de maio, sem incluir novas categorias a serviços essenciais

Publicado em: 13 de maio de 2020

No transporte público, segue obrigatoriedade do uso de máscara

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Guarulhos, na Região Metropolitana de São Paulo, prorrogou até 29 de maio de 2020 as determinações de quarentena na cidade, incluindo a suspensão das atividades dos comércios não essenciais. A medida é tomada para evitar aglomerações e evitar a proliferação do novo coronavírus.

O prefeito Guti decidiu na manhã desta quarta-feira, 13 de maio de 2020, que estão mantidas em Guarulhos as regras contidas no decreto publicado no último dia 10, sem incluir novas categorias entre os serviços essenciais, como academias de ginásticas e salões de beleza.

“Na noite desta terça-feira ele anunciou que iria – em um primeiro momento – seguir o decreto federal, publicado na última segunda-feira, que tornou serviços essenciais as atividades de salões de beleza, manicures e academias de ginástica”, informou a Prefeitura, em nota.

“Após orientações da Secretaria Municipal da Saúde, a Prefeitura – junto ao corpo jurídico e à Procuradoria do município, buscou uma saída jurídica para adotar medidas diferentes, já que há o risco iminente do colapso nos leitos de UTI voltados à Covid-19 nos hospitais públicos municipais”, completou.

Segundo Guti, em um primeiro momento, por seguir a legalidade, houve o entendimento que o decreto federal se sobrepõe ao municipal. Por isso, determinou que a Prefeitura deixasse de fiscalizar a abertura de academias de ginástica e salões de beleza, conforme determinou a União no decreto de segunda-feira.

Nesta quarta-feira, a Secretaria da Saúde apresentou projeções que indicam o risco próximo de colapso na rede municipal. Por isso, solicitou que não se editasse, neste momento, outro decreto que indicasse qualquer flexibilização.

Desta forma, Guti reuniu o corpo jurídico da Prefeitura e decidiu manter o decreto municipal de 10 de maio de 2020, que mantém as regras de isolamento até o próximo dia 29.

Além disso, a partir de agora, os templos religiosos de qualquer natureza poderão funcionar para a realização de atividades online, obedecidas as determinações do Ministério da Saúde.

Segundo a Prefeitura, as proibições não se aplicam às atividades internas dos estabelecimentos comerciais, bem como à realização de transações comerciais por meio de aplicativos, internet, telefone ou outros instrumentos similares e aos serviços de entrega ou retirada de mercadorias (delivery e drive-thru).

A prorrogação poderá ser reduzida, estendida ou revogada desde que seja necessário, o que também será publicado em decreto.

No transporte coletivo, segue obrigatória a utilização de máscaras de proteção, descartáveis ou confeccionadas em tecido, em todos os serviços de transportes de passageiros públicos ou privados, tais como: ônibus, táxis e por aplicativos, sob pena de recusa do embarque.

Leia mais: Passageiro sem máscara não pode entrar em ônibus de Guarulhos e Prefeitura garante adesão total à regra

O que pode funcionar 

Confira as regras divulgadas pela Prefeitura sobre o que pode e não pode funcionar:

Os decretos 36.757 e 36.811/2020 colocam como serviços essenciais os seguintes estabelecimentos: 

– Hipermercados, supermercados, mercados, mercearias, feiras livres, açougues, peixarias, padarias, hortifrutigranjeiros, quitandas e centros de abastecimento de alimentos;

– Farmácias e drogarias; 

– Equipamentos e serviços vinculados à saúde como hospitais, unidades de pronto atendimento, maternidades, clínicas médicas, clínicas odontológicas, laboratórios e óticas;

– Lojas de venda de alimentação para animais, clínicas veterinárias e hospitais veterinários;

– Distribuidores de gás e lojas de venda de água mineral;

– Postos de combustível;

– Hotéis, pousadas e similares;

– Serviços funerários e cemitérios;

– Instituições bancárias e casas lotéricas que prestem serviços de correspondente bancário;

– Agências, postos e unidades dos Correios e demais serviços de entrega de correspondências e/ou mercadorias;

– Oficinas mecânicas, assistências técnicas em geral, borracharias, auto elétricos, autopeças e bicicletarias, que deverão garantir a limitação de pessoas em seus ambientes;

– Serviços de estacionamento, transportadoras e distribuidoras;

– Casas, lojas e distribuidoras de materiais de construção e de produtos de limpeza;

– Produtores, distribuidores e fornecedores de produtos auditivos, oftalmológicos, cirúrgicos, ortopédicos e próteses;

– Bancas de jornal e revistarias;

– Equipamentos públicos essenciais.

Esses locais devem intensificar as ações de limpeza, disponibilizar álcool em gel 70% a clientes e funcionários, garantir que seus funcionários façam uso de máscara de tecido ou descartável e implantar barreiras físicas para a proteção dos funcionários em atendimento ao público, além de realizar demarcações de distanciamento no solo das filas. 

Lojas em geral (vestuário, acessórios, papelarias, perfumarias, entre outras) podem manter as atividades internas e realizar as vendas por telefone ou internet e entregar os produtos em casa ou por meio de retirada na loja. 

Durante os serviços de entrega de mercadorias os colaboradores responsáveis deverão utilizar máscaras de proteção, descartáveis ou confeccionadas em tecido. 

Cabeleireiros, barbeiros e manicure podem se deslocar até a casa do cliente para realizar os serviços, desde que sigam todas as orientações sobre higienização de materiais e do local e que façam uso de máscaras.

1789641177-1

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Rener Rodrigues Gomes disse:

    Ainda bem que interações online estão permitidas né! Só falta agora o vírus se espalhar online! “Cavalo de Tróia NOVOCORONAVIRUS!”

  2. Célia Maria Arissa disse:

    Não vejo a necessidade da nossa cidade continuar vó. Essa quarentena q está acabando com a vida financeira das pessoas mesmo pq não estamos com tantos casos de covid 19 principalmente atividades ao ar livre para terceira idade acho q nosso prefeito quer emitar prefeitura de S P e não contrariar o senhor governador Foria

  3. Vanda disse:

    Pura balela,nas periferias,todo o comércio está aberto,grande circulação de pessoas nas ruas,não tem nenhuma fiscalização.temo pelo pior no município.

  4. Marialda disse:

    Periferia tá tudo liberado, ninguém fiscalizando nada. As pessoas deveriam assumir a responsabilidade de estar livre pra transitar ,trabalhar ,fazer o que acham direito mas por outro lado não utilizarem os serviços de saúde caso adoecer

  5. Eliane Gomes disse:

    Bom .e complicado.mas cautela ja estamos a 3 meses mtos em ruas vejo e mtos tb nao resspeitam.se fir shopping lojas etc ja a redito falindo como esperar . ate outros paises voltam aos poucos .acjo tem q como nco e outros cadlsos abram e monitora entrada pra pelos menis nao gerar pior ainda mtis pessoas sem empregos as lojas etc como saldar divida falindo td daqui a pouco vira venezuela.tanta ajuda empresas e governo .esse caos sem respirador .caramba cecap .sp montaram campanha leitos.olha .nao vejo tirar dinheiro .pra dar 600 reais Deus nos acuda e nosso e nos pagamos tanto deputado e ministro e agora esse tal brigar a hora e arregacar mangas a essa pandemia.digo o governo porq povo ajuda pobres as empresas.e isso.

  6. Saitam disse:

    Mais uma “historinha pra boi dormir!” Passa na Juscelino sentido bairro dos Pimentas e toda região pra ver como está!
    Ninguém está respeitando nada! Vejo até comércio essencial, atendendo cliente sem máscara!! 😒

  7. APARICIO SOARES DE OLIVEIRA DORIA disse:

    Tem algum telefone para denunciar
    Aqui na praça onde moro no inoccop a noite é cheio de maconheiro sem mascara e policia que é bom faz anos que não vejo

  8. Kamila disse:

    Muito boa sim a decisão do prefeito ! Vcs q ficam ai so criticando ; nao podemos nos espelhar nos outros q nao estão nem ai … façam diferente esse vírus nao é brincadeira é coisa seria …. talvez vcs q estão ai tudo reclamando pra reabrir os comércios devem ser Pq não perderam nem um parente ainda né? Estamos de quarentena sim … se afrocharmos agora o número de morte e infectados concerteza será maior…. façam sua parte pense em vc é na sua família…. cada um com seu BO

  9. Marta disse:

    Tá um caos total , ninguém respeita nada , concordo com a quarentena , mas virou uma palhaçada , conheço pessoas que foram infectados , mas graças a Deus estão bem , outras que infelizmente faleceram , mas vale fizer que e
    ssas pessoas já tinha um histórico de doenças ou seja de alto risco , enfim esse vírus vai continuar no ar , quando acabar o confinamento, e aí que vamos fazer ? Temos que voltar a vida normal .. porque tudo que estão fazendo já virou campanha política , e o povo que se dane ..se cada um fizer sua parte e aprender a conviver com o coronavirus sem paranóia …

  10. Mário disse:

    No bairro onde morro nunca teve quarentena.

  11. Cleverson disse:

    Eu acredito que o isolamento é importante porém pra quem tem condições financeiras, é fácil falar que é melhor isolar do que enterrar, ignorância, hoje a briga é política ninguém está preocupado com as famílias de baixa renda cambada de egoístas que sabem que se ficar parado meses tem como se sustentar, tem condições fica em casa e parem de criticar os que precisam trabalhar, cambada de idiotas que pedem pra ficarem em casa daqui a dois meses ninguém vai colocar o.mantimento na mesa do pobre, estão aumentando o número de pedinte nas ruas, o que povo fala é vagabundo drogado, vamos sim cuidar dos nossos velhos e das pessoas de riscos mas os demais tem que trabalhar!!!! Pra quem discordar não terá o direito de chorar amanhã.

  12. Edivan disse:

    Espero que a conta do desemprego prefeito Guti seja cobrado e esclarecido. A gente sabe que até morte por traumatismo craniano ta sendo regiatrado como covid-19. Porque? Isso não é aumentar consideravélmente a contagem de casos? Pra vc e o resto dos seus “amiguinhos” é facil ficar em casa pra todos vcs! A empresa que trabalho já demitiu 15 pessoas, e estamos tentando sobreviver pra não falir! Mas quando o dinheiro acabar vc vai mandar cesta básica todo mês né? Auxílio emergêncial de Guarulhos não? A conta vai chegar pra vc pagar! Aproveita e pede pro Dória dividir com vc, já que vcé dicipulo dele. Vcs vão pagar por esa irresponsabiblidade com o povo! A justiça dos homens falha, mas a Divína

  13. Irene nunes disse:

    Lamentável, bairro dos pimentas no Jd São Gabriel, bares abertos até de madrugada, os caras com carro de som altíssimo, aglomeração de crianças soltando pipas no jd.centenario e ninguém faz nada!

  14. NIRAI APARECIDA DA SILVA disse:

    A fiscalização precisa vir aqui no Mikail….muitas pessoas nas ruas….lojas abertas povo sem noção. Kd a fiscalização?

  15. Emerson disse:

    Emerson
    Isolamento para pobre não existe , porque como que vamos sustentar nossos filhos moro de aluguel nunca atrasei um aluguel agora por causa dessa pandemia fui obrigado a atrasar e a dona do imóvel já mandou um recado o eu pago ou devolvo a chave da casa eu e minha esposa temos 3 filhos me responde aí prefeito o que faço

  16. Figueiredo disse:

    Na data de ontem, estive em uma unidade do supermercado DIA na Avenida Timóteo Penteado para realizar uma pequena compra, e há ia um funcionário percorrendo os corredores e conversando como os outros funcionários com a máscara simplesmente pendurada no pescoço, havia idosos e muitos clientes no local, uma falta de responsabilidade, a prefeitura deveria fiscalizar os comércios da região.

Deixe uma resposta