Serra, no Espírito Santo, abre licitação para implantação de faixa exclusiva de ônibus

Publicado em: 6 de maio de 2020

Envelopes deverão ser entregues no dia 10 de junho de 2020. Prefeitura recebeu financiamento de R$ 44 milhões do Pró-Transporte

ALEXANDRE PELEGI

Serra, mais populoso município do Espírito Santo, com 517 mil habitantes conforme estimativa de 2019 do IBGE, lançou Aviso de Licitação na modalidade Concorrência Pública, do tipo menor preço global, para a execução das obras da primeira etapa de implantação de Faixa Exclusiva para transporte público coletivo do Programa de Mobilidade Urbana.

O certame será realizado no dia 10 de junho de 2020, às 13:00 horas, e o Edital e anexos poderão ser obtidos no site oficial do Município.

Como mostrou o Diário do Transporte, Serra foi selecionada pelo Ministério do Desenvolvimento Regional no programa Avançar Cidades – Mobilidade Urbana (Grupo 02).

Foram dois projetos. No primeiro deles, os recursos serão liberados pela Caixa Econômica Federal (CEF), no valor de R$ 44,6 milhões, e terão como finalidade a implantação de Faixa Exclusiva para Transporte Público Coletivo nas Avenidas de Acesso à Rotatória do Ó.

No segundo, também por financiamento da CEF, a prefeitura receberá R$ 3,4 milhões para a elaboração do Plano de Mobilidade Urbana.

As publicações constam do Diário Oficial da União do dia 24 de março de 2020. Relembre: Projeto de faixa exclusiva no município de Serra (ES) receberá R$ 44 milhões do Pró-Transporte

A construção da Rotatória do Ó é uma das maiores obras da Serra.

Localizada em Laranjeiras, a nova rotatória do Hospital Dório Silva, a maior da cidade, conhecida como Rotatória do Ó, vai agilizar a vida de 4 mil motoristas que circulam por hora na região de Parque Residencial Laranjeiras.

A prefeitura vai investir cerca de R$ 50 milhões para construir um mergulhão na rotatória, com 150 metros, três faixas em sentido único para carros de passeio e duas faixas de mão e contramão exclusivas para o transporte coletivo.

Além disso, várias melhorias também serão realizadas para os pedestres. O projeto prevê calçada e ciclovia até o trevo da Av. Copacabana com a Av. Paulo Pereira Gomes, inclusive na Rotatória do Ó, informa comunicado da prefeitura.

Com início previsto para o segundo semestre de 2020, o projeto tem prazo de execução de dois anos.


serra_licita


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta