NTU comemora um ano de Coletivo e faz maratona de lives

Publicado em: 6 de maio de 2020

Programa Coletivo foi criado para fomentar a evolução do transporte público por ônibus nas cidades. Foto: Diário do Transporte

Programa de inovação do transporte tem novos desafios, afirma Associação, que realiza webinar nesta quinta, 07 de maio

ALEXANDRE PELEGI

O Coletivo, programa de inovação criado pela Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU), completa um ano nesta quinta-feira, 07 de maio de 2020.

Diante de um cenário ainda mais desafiador, cabe agora encontrar soluções inteligentes e sustentáveis para a mobilidade urbana, em especial para o transporte público por ônibus urbano.

A Associação resolveu então, mais do que comemorar, usar esse marco como um momento para reflexão.

Para isso, programou para o dia do aniversário uma maratona de lives transmitida pelo YouTube a partir das 14h30.

Temas como a situação atual do transporte coletivo diante da pandemia de coronavírus, que impactou fortemente o serviço no país, estarão em discussão, entre outros.

O Coletivo, criado para fomentar a evolução do transporte público por ônibus, visa a mobilidade sustentável nas cidades, o desenvolvimento das pessoas e da qualidade de vida.

Em comunicado, a NTU afirma que o programa já obteve bons resultados e conquistou novos parceiros. “Nunca imaginamos que este programa teria o desafio de repensar a mobilidade urbana num contexto em que o ônibus coletivo urbano estivesse tão fragilizado como o atual, devido à pandemia da Covid-19”, destaca Otávio Cunha, presidente executivo da NTU.

O Webinar do Coletivo terá início às 14h30, pelo canal Brasil NTU no YouTube, com uma sequência de apresentações e rodas de diálogo que vão se estender até às 18h15, quando serão divulgados o calendário do programa para este ano e perspectivas.

Para mais informações sobre o Coletivo basta acessar o endereço: http://www.coletivo.org.br

Veja a Programação para esta quinta-feira, 07, e monte sua agenda:

  • 14h40 às 15h: COLETIVO – O ANO 1

Descrição: conheça a história do COLETIVO, o Programa de inovação em mobilidade urbana desenvolvido pela NTU com o objetivo de melhorar o transporte coletivo das cidades.

Apresentação: Maria Luiza Machado – coordenadora do COLETIVO

Participação especial:  Otávio Cunha – presidente executivo da NTU

 

  • 15h às 16h: Por dentro da pré-incubação do COLETIVO

15h às 15h05: Histórias do COLETIVO: relembrando o Io. Desafio

Descrição: uma breve explicação de como foi o I o. Desafio do COLETIVO, realizado no Seminário Nacional da NTU em 2019.

Apresentação: Matteus Freitas – coordenador do Núcleo Técnico da NTU

15h05 às 16h: Por dentro da pré-incubação do COLETIVO:

Mediação: Matteus Freitas – coordenador do Núcleo Técnico da NTU

Participantes: ArejaBus + Lucas Souza (Integra SSA) e On.I-Bus + Murilo Andrade (GVBUS)

 

  • 16h às 17h: Desafios da mobilidade urbana nos tempos atuais – enfrentando a pandemia

16h às 16h05: Histórias do COLETIVO: o Radar de Startups

Descrição: Breve apresentação sobre as 63 startups de mobilidade urbana que o COLETIVO mapeou ao longo deste primeiro ano.

Apresentação:  Ulisses Lacava Bigaton – coordenador do Núcleo de Comunicação e Marketing da NTU

16h05: I Roda de diálogo: Desafios da mobilidade urbana nos tempos atuais – enfrentando a pandemia

Mediação: Ulisses Lacava Bigaton – coordenador do Núcleo de Comunicação e Marketing da NTU

Participantes:

Maurício Lourenço da Cunha, diretor industrial, e Victor Cunha, coordenador da área de inovação da Caio Induscar (parceiro patrocinador do COLETIVO)

Luis Antonio Lindau, diretor-presidente do WRI Brasil Cidades Sustentáveis (parceiro institucional do COLETIVO)

Representante do Conselho de Inovação da NTU

 

  • 17h às 18h: Reinventando o transporte coletivo – afinal, o que é disrupção na mobilidade urbana?

17h às 17h05: Histórias do COLETIVO: nossos parceiros

Descrição: Bate-papo para relembrar todos os parceiros patrocinadores, institucionais e de conteúdo do Programa até agora, e como cada um foi fundamental ao longo deste primeiro ano.

Apresentação: André Dantas – diretor técnico da NTU

17h05: II Roda de diálogo: Reinventando o transporte coletivo – afinal, o que é disrupção na mobilidade urbana?

Mediação: André Dantas – diretor técnico da NTU

Participantes:

Luciana Herszkowicz, vice-presidente do Conselho de Inovação da NTU

Petras Santos, Business Head da Marcopolo Next, parceiro patrocinador do COLETIVO

Eng. Luiz Fernando Portella, CCO Calypso Networks Association, parceiro de conteúdo do COLETIVO

 

  • 18h às 18h15: O COLETIVO SEGUE A JORNADA

Descrição: explicação do cronograma do COLETIVO para 2020, além de encerramento do evento e agradecimentos

Apresentação: Maria Luiza Machado – coordenadora do COLETIVO

PROGRAMA COLETIVO

No decorrer de um ano, o COLETIVO pré-incubou duas startups selecionadas na primeira edição do Desafio COLETIVO do programa.

Uma delas é a Areja Bus, empresa de Salvador (BA) que desenvolveu um sistema de ventilação que utiliza a própria movimentação do ônibus para promover conforto térmico aos usuários, além de melhorar a qualidade do ar.

A On.I-Bus, startup de Brasília (DF) que criou uma plataforma de mobilidade coletiva sob demanda, também foi selecionada. A solução permite ao passageiro a escolha dos pontos de embarque/desembarque, dentre os disponíveis, e o horário em que pretende utilizar o serviço de ônibus; em seguida, o cliente recebe uma notificação da proximidade do veículo e o local indicado para embarque. Relembre: Empresas de ônibus elegem vencedores de Desafio para Inovação em mobilidade

Maria Luiza Machado, coordenadora do COLETIVO, garante que a programação da maratona está muito rica e completa, ao contemplar temas atuais e propor debates importantes para o momento em que a mobilidade urbana enfrenta, com restrições de locomoção e distanciamento social provocados pela pandemia. “O COLETIVO também foi impactado por essas mudanças e vai exigir ainda mais dos que desejam contribuir com o desenvolvimento de soluções inovadoras com foco nesse novo usuário do transporte coletivo urbano, que surge agora, com a pandemia”, avalia.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta