Empresa de ônibus de São Bernardo do Campo dará máscaras para passageiros a partir desta segunda-feira (04)

Publicado em: 30 de abril de 2020

Treinamento para distribuição correta das máscaras.

BR7 Mobilidade doou a matéria-prima e funcionários voluntários confeccionaram

ADAMO BAZANI

A partir da segunda-feira, 04 de maio de 2020, passageiros de ônibus de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, vão receber da empresa concessionária da cidade, BR7 Mobilidade, máscaras faciais para proteção do contágio pelo novo coronavírus.

O equipamento é uma recomendação das autoridades nacionais e mundiais de Saúde diante do avanço da pandemia da Covid-19, que está em curva de crescimento no Brasil.

Por meio de nota, a empresa diz que as máscaras são produzidas por funcionários da própria BR7 Mobilidade de forma voluntária, como parte de uma campanha interna para confecção dos equipamentos.

A companhia de ônibus cedeu todo o material para a confecção, como os tecidos recomendados pelo Ministério da Saúde, elástico e linhas.

A distribuição será pelos próprios motoristas no momento do embarque pelo passageiro.

Na nota, a diretora da BR7 Mobilidade, Milena Braga Romano, diz que para a retomada gradual das atividades econômicas, o importante é que os passageiros, motoristas e demais agentes do transporte público tenham segurança e tranquilidade.

“Com a planejada retomada, mesmo que parcial, a partir do dia 11, precisamos garantir que o transporte seja um fator determinante no êxito desta nova fase do combate à pandemia e que quem precise utilizá-lo esteja protegido para evitar a propagação do novo coronavírus”– disse.

Como mostrou o Diário do Transporte, o governador João Doria, disse nesta quarta-feira, 29, a prefeitos da região Metropolitana de São Paulo, incluindo os do ABC Paulista, que a flexibilização da quarentena vai depender dos níveis de isolamento social. Após a capital paulista, as sete cidades do ABC juntas registram o maior número de casos e de mortes.

Na última quarta-feira, 29, dado mais recente do monitoramento por celulares de São Paulo, o Estado registrou média de 47% de isolamento.

Ainda de acordo com o sistema, o comportamento das cidades do ABC está bem diferente entre um município e outro, como mostram os dados mais recentes: Santo André (49%), São Bernardo do Campo (48%), São Caetano do Sul (47%), Diadema (52%), Mauá (51%), Ribeirão Pires (58%). Rio Grande da Serra não entra na conta por ter menos de 70 mil habitantes.

Ainda em nota, a empresa citou outras ações neste momento de pandemia.

A BR7 Mobilidade vem realizando diversas ações para o combate ao Covid-19. Desde o início da pandemia, mantém uma programação rigorosa e eficiente na higienização dos ônibus nos terminais e pontos finais, realizando a limpeza e desinfecção dos balaústres, de toda a parte de cobrança do motorista, console, bancos e demais pontos do ônibus. Também distribuiu máscaras, álcool gel a motoristas, cobradores e funcionários. 

 Criou o projeto “#fiqueemcasaidoso, a gente faz por você” para ajudar a manter em casa mais cidadãos do grupo de risco. Nesta ação, colaboradores voluntários realizam tarefas para os idosos da região, como ir à farmácia, ao supermercado, petshop e qualquer outra necessidade essencial.

TRANSPORTES METROPOLITANOS, DA CAPITAL E RODOVIÁRIOS:

Também a partir de segunda-feira, 04, como mostrou o Diário do Transporte, por decretos do governador João Doria e do prefeito da capital paulista, Bruno Covas, o uso de máscaras passa  a ser obrigatório nos ônibus comuns e seletivos gerenciados pela EMTU, nos trólebus e ônibus da Metra no Corredor ABD, nos trens da CPTM, no Metrô, nos ônibus da cidade de São Paulo gerenciados pela SPTrans e nos ônibus rodoviários ou suburbanos do sistema da Artesp.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/04/29/doria-decreta-obrigatoriedade-de-uso-de-mascaras-no-transporte/

CUIDADO COM AS MÁSCARAS:

As máscaras podem reduzir o risco de contágio pelo novo coronavírus, mas devem ser manuseada, colocadas e retiradas de forma correta

– Guarde as máscaras limpas em sacolas plásticas higienizadas

– Antes de colocar, lave bemn as mãos e, de preferência, o rosto também.

– Não coloque as mãos no pano. Sempre manuseie pelo elástico ou cordão.

– Ajuste pelas bordas, se necessário, a fim de ficar confortável o uso, mas desde que boca e nariz fiquem bem cobertos.

– Se precisar tirar, lave as mãos, coloque em outra sacola plástica só tocando no elástico ou cordão, e lave as mãos de novo.

-Ao chegar em casa, coloque a máscara num recipiente com água sanitária, água e sabão em pó, deixando por meia hora. Depois lave com sabão em pedra esfregando bem, mas sem danificar o tecido, e coloque para secar preferencialmente no sol.

– Guarde em uma sacola plásticas esterilizada.

E lembre-se, máscara nunca deve ser usada no queixo.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Ivanil Da Silva disse:

    Parabéns ao grupo BR 7 pela iniciativa e com certeza venceremos essa luta.

Deixe uma resposta