SPTrans recebe doação de software de QR Code para teste no sistema de transporte público da capital

Publicado em: 27 de abril de 2020

Sistema de pagamento por QR Code já foi implantado em Campinas (SP), o que levou à eliminação do dinheiro como meio de pagamento.

Anúncio foi publicado no Diário Oficial do Município deste sábado, 25 de abril

ALEXANDRE PELEGI

A SPTrans – São Paulo Transporte S/A comunicou neste sábado, em publicação do Diário Oficial do Município, que autorizou a celebração do termo de doação da empresa Up Mobile Management Ltda., do desenvolvimento de software de “gerador de QR Code”.

O software será testado e implementado no sistema de transporte público municipal da cidade de São Paulo.

O valor total da doação é estimado em R$ 60 mil reais.

Em comunicado encaminhado ao Diário do Transporte, a Assessoria de Imprensa da SPTrans esclareceu a legalidade do processo. Leia na íntegra:


Ao
Diário do Transporte
A SPTrans informa que divulgou o Comunicado de Manifestação de Interesse em Doar na edição do dia 15 de fevereiro do Diário Oficial Cidade de São Paulo (veja print abaixo), conforme estabelece o Decreto Municipal 58.102/2018. 
A publicação estabeleceu o prazo de 5 dias úteis para a manifestação de eventuais interessados em doar bens e serviços congêneres ou impugnar a proposta de doação ora comunicada, o que não ocorreu.
O software doado foi desenvolvido atendendo todas as requisições técnicas da própria SPTrans e foi previamente avaliado pela equipe técnica da empresa. Os próximos testes se referem a todo o processo de geração, validação, segurança e relatórios gerenciais do sistema de QR Code.   

MEIO DE PAGAMENTO

O pagamento das tarifas por QR Code já é uma realidade nas linhas do sistema de transporte por trilhos de São Paulo.

O novo sistema começou em 21 de setembro de 2019, quando as bilheterias das sete estações da CPTM e do Metrô que integram um projeto experimental com códigos QR Code passaram a comercializar as passagens com este tipo de tecnologia durante todo o horário de operação.

O sistema, alternativo ao Cartão Bilhete Único, é indicado para eliminar o pagamento da tarifa em espécie no interior dos sistemas de transporte.

Como mostrou o Diário do Transporte, esta foi a alternativa utilizada pela prefeitura de Campinas para acabar com o uso do dinheiro no interior dos ônibus, e desta forma eliminar a figura do cobrador. Relembre: Com eliminação do pagamento em dinheiro nos ônibus, Campinas vê melhora da segurança no transporte

qr_code_sptrans


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Ronaldo disse:

    Como vai ser o pagamento com qrcode para os munícipes excluídos digitais ou pessoas que tiverem o celular roubado ou que o aparelho de celular quebrou ou desconfigurou?
    As empresas de ônibus não gostam de dinheiro vivo?
    O povo pobre usa moedas para pagar a tarifa de ônibus ,que em média é cara pra caramba, principalmente em linhas intermunicipais.

  2. Alessandro disse:

    Vc está certo e tem gente que vai querer pagar com dinheiro.

Deixe uma resposta