São Caetano do Sul realiza blitze orientativa sobre Covid-19 e mantém Zona Azul suspensa

Vias estão parcialmente interditadas para abordagens educativas aos motoristas. Foto: Divulgação.

Medidas serão mantidas enquanto quarentena estiver em vigor

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de São Caetano do Sul, no ABC Paulista, informou por meio de nota ao Diário do Transporte que está realizando blitze orientativas na cidade sobre formas de evitar a disseminação do novo coronavírus. Entre as medidas, a principal é o distanciamento social.

Desta forma, a GCM (Guarda Civil Municipal) e a Semob (Secretaria de Mobilidade Urbana) estão fazendo Blitze Orientativas, utilizando cones, cavaletes adesivados e viaturas com dois guardas cada.

De acordo com a Prefeitura, as viaturas estão posicionadas em locais estratégicos, nos bairros Barcelona, Mauá (Base de Segurança), Fundação (Viaduto Independência) e Centro. Assim, as vias são parcialmente interditadas para a abordagem educativa dos motoristas.

As blitze orientativas continuarão até o fim da quarentena, também segundo a administração municipal.

Além disso, desde o dia 19 de março, o pagamento do estacionamento rotativo está suspenso na cidade. Assim, os motoristas não precisam pagar para parar em vagas de Zona Azul. A medida também seguirá até o fim da quarentena.

OUTRAS MEDIDAS

Entre outras medidas que estão sendo tomadas para evitar a propagação do novo coronavírus, está o fechamento dos parques da cidade, com o intuito de não permitir aglomerações de pessoas.

Por sua vez, as praças não foram interditadas. Entretanto, segundo a Prefeitura, a GCM e os Guardiões da Vida (equipes de assistentes sociais que fazem rondas pela cidade com objetivo de orientar pessoas, principalmente da Terceira Idade) têm feito permanente fiscalização e orientação às pessoas que andam pelas ruas em tempo de quarentena.

TRANSPORTE COLETIVO

Com relação ao transporte coletivo, a Prefeitura informou que a higienização tem sido realizada todos os dias antes da saída dos ônibus, em especial nos pontos de contato com as mãos dos usuários, como balaústres e pega-mão.

“Além disso, orientação para que motoristas de ônibus, cobradores e demais funcionários de operadoras de ônibus reforcem seus cuidados pessoais, lavando sempre as mãos a cada viagem realizada.”

Na cidade, de acordo com determinação regional feita pelos sete prefeitos do ABC Paulista, por meio do Consórcio Intermunicipal, a operacionalização está sendo realizada com frota de 50% nos horários de pico e de 30% nos demais horários, de segunda a sexta-feira. Aos fins de semana e feriados a frota será de 30% nos horários de pico e de 15% nos demais horários.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Alice Margarete disse:

    Parabéns pelas medidas adotadas. Gostaria de sugerir que o uso de máscaras fosse obrigatório.vejo nos mercados pessoas colocando a mão na boca sem perceber.

Deixe uma resposta