Grupo São João fecha acordo com sindicato de rodoviários e garante operação dos transportes na região de Sorocaba

Grupo São João opera linhas intermunicipais da EMTU na região de Sorocaba. Foto: Luciano Alex

Acordo vale para o transporte urbano de Votorantim, além do transporte intermunicipal e fretamento

ALEXANDRE PELEGI

Após ter interrompido a operação no transporte intermunicipal da região de Sorocaba, em São Paulo, além do transporte urbano em Votorantim, o Grupo São João finalmente fechou acordo com o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região. Relembre: Grupo São João interrompe serviço de transporte urbano em cidades da região de Sorocaba e nas linhas intermunicipais

Após negociações realizadas nesta segunda-feira, 20 de abril de 2020, o acordo finalmente fechado garantirá aos trabalhadores o pagamento do piso salarial e a preservação de direitos e empregos.

O Sindicato da categoria aprovou os termos da negociação em assembleia realizada no início da noite de ontem, 20, que reuniu os rodoviários dos transportes urbano, intermunicipal e fretamento da empresa.

Pelo acordo, o Grupo São João utilizará as garantias definidas pela Medida Provisória 936, como redução de jornada e de salário nas porcentagens de 50% e 70% ou suspensão de contrato de trabalho em alguns casos.

O Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, definido pela MP 936, garantirá ao trabalhador o pagamento da outra porcentagem do salário pelo governo federal, com base na porcentagem restante sobre o valor do Seguro Desemprego.

O Grupo São João pagará como abono o valor da diferença entre o piso salarial da categoria e o valor que o trabalhador irá receber da empresa e do governo, e será feito da seguinte forma: 50% junto com o salário de abril e os outros 50% dividido em seis parcelas iguais, iniciando em agosto.

Os trabalhadores receberão também o vale refeição durante os dias trabalhados.

O acordo garantiu ainda a manutenção do plano de saúde, da cesta básica e outros direitos assegurados pelo acordo coletivo de trabalho da categoria.

A Participação nos Lucros e Resultados (PLR) será paga em dezembro, como determinado pela MP 936.

Além empresa e do sindicato dos trabalhadores, a prefeitura de Votorantim também participou das negociações. Segundo o acordado, a administração municipal subsidiará o Grupo São João com um aporte no valor de R$ 200 mil por mês, enquanto perdurar o período de calamidade pública.

O acordo terá duração de 30 dias, prorrogáveis por mais 30 dias ou até quando a pandemia durar.

A negociação, no entanto, vale apenas para o transporte urbano de Votorantim, para o transporte intermunicipal (EMTU) e fretamento. Não está incluído na negociação o transporte urbano e escolar de Salto de Pirapora e São Miguel Arcanjo, cidades onde opera também o Grupo São João.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta