Prefeitura de Curitiba publica novamente aviso de licitação para dois lotes do trecho sul do Ligeirão

Ilustração IPPUC / prefeitura de Curitiba

Obras envolvem a implantação de pavimento em concreto nos pontos de parada, novas calçadas e melhorias em estações-tubo

ALEXANDRE PELEGI

A prefeitura de Curitiba, no Paraná, republicou na edição do Diário Oficial da União desta quinta-feira, 16 de abril de 2020, a licitação para as obras do Ligeirão Sul, lotes     lotes 10.1 e 10.2, que envolvem, nos dois lados da via, as estações Silva Jardim, Carlos Dietzsch, Itajubá e também Dom Pedro I e Morretes.

A licitação, através do Regime Diferenciado de Contratação (RDC) – Presencial, será do tipo maior desconto, no modo de disputa fechada, pelo Regime de Contratação empreitada por preço unitário.

Como mostrou o Diário do Transporte, esses dois lotes já haviam sido postos em licitação em 12 de fevereiro deste ano, juntamente com o Lote 10.3. Foram dois editais, para três lotes de obras que envolvem a implantação de pavimento em concreto nos pontos de parada, novas calçadas e melhorias em 26 estações-tubo dos dois lados do eixo de transporte. Relembre: Prefeitura de Curitiba abre licitação para obras do trecho sul do Ligeirão

Os Lotes que serão novamente licitados agora (10.1 e 10.2) estão com a data de concorrência marcada para o dia 19 de maio de 2020. Eles envolvem, nos dois lados da via, as estações Silva Jardim, Carlos Dietzsch, Itajubá e também Dom Pedro I e Morretes.

O valor a ser licitado está estimado em R$ 19,7 milhões , investimentos com recursos próprios da Prefeitura devido à dificuldade do governo federal para a liberação de recursos já previstos para a cidade.

As intervenções com recursos viabilizados pela Prefeitura serão contrapartidas a novos financiamentos federais, provenientes do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC-2 – Programa Mobilidade Urbana e Trânsito.

Em 2018, a Prefeitura de Curitiba havia obtido a homologação, pelo governo federal, das Sínteses de Projeto Aprovado (SPA) para a segunda etapa das obras do Ligeirão Norte-Sul (do Santa Cândida ao Capão Raso).

Entretanto, desde então, não foram emitidas as Autorizações para o Início de Obra (AIO) e nem liberados os recursos necessários para o município iniciar as intervenções conforme previsto anteriormente, segundo a Prefeitura.

Em 28 de março de 2018, a Prefeitura colocou em operação a primeira fase do linha direta Norte-Sul, com o Ligeirão Santa Cândida-Praça do Japão. A linha é opção de transporte direto, sem parada a cada 500 metros, para 117 mil passageiros por dia.


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta