Coronavírus: Grupo São João começa a medir a temperatura de colaboradores

Publicado em: 10 de abril de 2020

Neste primeiro momento medições acontecem na matriz da empresa, na zona leste de Sorocaba. Intenção é expandir para outros pontos que recebem motoristas, inclusive as filiais

ALEXANDRE PELEGI

O Grupo São João, que presta serviços de transporte coletivo em vários municípios da Região Metropolitana de Sorocaba, interior de São Paulo, passou a medir a temperatura de todos os colaboradores que chegam ao trabalho.

A ação, visando o combate e o controle da pandemia de coronavírus (Covid-19), começou na madrugada desta terça-feira, 07 de abril de 2020, inicialmente na matriz da empresa, localizada no bairro Barcelona, zona leste de Sorocaba.

Em comunicado, a empresa esclarece que a intenção é expandir para outros pontos que recebem os motoristas, inclusive para as filiais.

Além da aferição da temperatura corporal, os colaboradores recebem equipamentos de proteção para uso diário, como luvas e máscaras.

Para o diretor do Grupo São João, Marco Antonio Franco, a iniciativa da empresa vai ao encontro das recomendações do Ministério Público do Trabalho, “que visam garantir aos profissionais de transporte de passageiros condições sanitárias e protetivas que reduzam, ao máximo, o risco de contaminação pelo coronavírus durante o exercício das atividades”.

A empresa destacou em comunicado a reação de alguns colaboradores sobre a iniciativa, entre eles o motorista José Pequeno dos Santos Góes, 44 anos. Há nove anos no Grupo, Pequeno afirmou que conforta saber que está prestando serviço a uma empresa que está preocupada com a saúde e o bem-estar de seus funcionários. “Não podemos ficar em casa em quarentena, pois a nossa função é considerada essencial. Assim, receber esses cuidados nos deixa mais tranquilos para trabalhar e ter contato com os passageiros”, afirma.

Rodrigo Fioravanti, gestor de recursos humanos do Grupo São João, conta que os equipamentos de proteção foram distribuídos àqueles que atuam na matriz, no Terminal João Souto Neto, em Votorantim, no ponto próximo à Rodoviária de Sorocaba e em Salto de Pirapora.

Ainda segundo Fioravanti, a empresa adquiriu mais materiais para serem enviados às filiais, uma vez que o Grupo São João opera o transporte público municipal e intermunicipal de cidades como Votorantim, Piedade, Salto de Pirapora e São Miguel Arcanjo, no Estado de São Paulo, além de Feira de Santana, Bahia.

A empresa já vem realizando ações desde que a pandemia de coronavírus foi declarada. Uma delas é a higienização dos ônibus com álcool 70% e com outros produtos aprovados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Todos os dias no horário comercial – das 7h30 às 17h30 – e de maior circulação, colaboradores desinfetam o interior dos veículos pulverizando álcool 70% em pegadores, balaústres, assentos, volante e poltronas.

O trabalho é realizado no Terminal de Votorantim e no ponto próximo à Rodoviária de Sorocaba. Já na chamada recolha à garagem, os carros são lavados dentro e fora.

A empresa também disponibiliza frascos de álcool em gel dentro dos ônibus, para o uso de passageiros e do motorista.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

Deixe uma resposta