Mesmo com determinação do TRT, Sorocaba amanhece sem ônibus

Publicado em: 25 de março de 2020

Ônibus na cidade de Sorocaba

Sindicato dos rodoviários anunciou paralisação por causa de medo do avanço do coronavírus

ADAMO BAZANI

Motoristas e demais trabalhadores em transportes de Sorocaba e região no interior paulista continuam de braços cruzados nesta quarta-feira, 25 de março de 2020.

O sindicato da categoria havia anunciado a paralisação por causa do medo do avanço do coronavírus e diante do que considera de ações insuficientes das secretarias de transportes e das empresas para proteger os trabalhadores da pandemia.

Como mostrou o Diário do Transporte, o TRT (Tribunal Regional do Trabalho) da 15ª região (Campinas-SP) determinou o retorno imediato da operação do transporte coletivo em Sorocaba, no interior paulista. A decisão é desta terça-feira, 24 de março de 2020.

A desembargadora relatora, Rosemeire Uehara Tanaka, concedeu a liminar determinando a disponibilização de 60% da frota em horários de pico, ou seja, das 5h às 8h e das 17h às 20h, e 40% da frota no restante do dia.

Segundo Rosemeire, a medida atende a necessidade da população que precisa se deslocar, especialmente aos profissionais que trabalham em serviços essenciais das áreas da saúde, segurança pública e abastecimento.

“Desta forma, cabe ao sindicato da categoria acatar a decisão, sob pena de ser multado em R$ 50 mil por dia, valor que pode ser aumentado caso haja notícia do descumprimento e ação de violência e prejuízo ao patrimônio público”.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/03/24/trt-determina-retorno-imediato-da-operacao-do-transporte-coletivo-em-sorocaba/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Resposta disse:

    Quem foi o primeiro homem que morreu de covid em Sorocaba?

Deixe uma resposta