Metrô de São Paulo vai contratar “coaching” de liderança

Publicado em: 13 de fevereiro de 2020

Propostas em licitação devem ser entregues até 03 de março

ADAMO BAZANI

No mundo empresarial, esta figura se tornou comum: a do coaching.

Normalmente, é feito pessoas que falam sobre carreira, liderança e mercado com seus conselhos, possíveis experiências e técnicas.

E o Metrô de São Paulo quer contratar este tipo de atividade.

A estatal publicou nesta quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020, licitação para “prestação de serviços de coaching executivo para a liderança e seus sucessores da Companhia do Metrô”

De acordo com o aviso, o edital será publicado nesta sexta-feira, 14, no site do Metrô e a abertura de propostas foi marcada para 03 de março.

A modalidade é pregão eletrônico.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    Mais um desperdício de dinheiro do contribuinte.

    Só basta uma coisa:

    TRABALHAR DIREITO.

    Veja o exemplo do Corpo de Bombeiros, eles fazem o trabalho deles direito e tem reconhecimento de TODOS os brasileiros.

    Pronto é só isso que precisa.

    Blá, blá, blá teórico não trará resultado para o metro; somente para o dono da consultoria.

    Usem esse dinheiro para trocar as catracas obsoletas principalmente das estações que dão acesso aos Terminais rodoviários (Tietê, Barra Funda, Jabaquara, Bresser, e outras.

    Comecem a fazer o que tem de realmente ser feito.

    Att,

    Paulo Gil

  2. Roberto Campos disse:

    E depois questionam porquê precisamos privatizar urgentemente essa empresa ineficiente e inútil ao cidadão, como muitas outras estatais. Parece piada, mas não é, apenas o governo sendo aquilo que é: corrupto e incompetente

  3. Ivo disse:

    O metrô é umas das estatais mais eficientes e lucrativas do Brasil, basta consultar todos os seus balanços que são publicados no Diário Oficial.

Deixe uma resposta