Alagamentos prejudicam quem está de transporte coletivo e carro. Rodízio suspenso e mais chuva à tarde

Publicado em: 10 de fevereiro de 2020

Trens ficaram ilhados

Quem puder, deve evitar sair de casa

ADAMO BAZANI

A chuva que atingiu a capital paulista e a região metropolitana durante a madrugada e a manhã desta segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020, causa dificuldades para quem precisa se deslocar, seja de transporte público ou individual.

A previsão do CGE – Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura de São Paulo é de mais pancadas de chuva à tarde e queda na temperatura.

Veja alguns dos impactos e medidas:

– ALAGAMENTOS: De acordo com o CGE, foram registardos em torno de 80 pontos de alagamentos, a maior parte intransitáveis, inclusive em locais de grande circulação habitual, como em trechos das Marginais Tietê e Pinheiros. No decorrer da manhã, o total de alagamentos foi gradativamente sendo reduzido.

– RODÍZIO: Rodízio municipal de veículos suspenso nesta segunda-feira (10) e terla-feira (11). Não estão liberadas as demais restrições existentes na cidade: Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC) e a Zona de Máxima Restrição aos Fretados (ZMRF).
O motorista deve prestar atenção, pois as faixas exclusivas de ônibus e os corredores de ônibus não foram liberados.

RODOVIAS: Lentião na chegada a São Paulo por causa de alagamentos capital. Entrre as rodovias mais afetadas estão Presidente Dutra, Carvalho Pinto, Ayrton Senna, Raposo Tavares, Castelo Branco, Anhanguera, Bandeirantes e Fernão Dias.

– TRENS: As linhas 8 e 9 da CPTM ficaram sem circulação nos seguintes trechos: Linha 8 –sem trens entre Comandante Sampaio e Itapevi; Linha 9 – sem operação entre Osasco e Santo Amaro. ATUALIZAÇÃO: Após às 9h a linha 8 voltou a operar normalmente

– METRÔ: A transferência da Linha 4-Amarela (Metrô) para a Linha 9-Esmeralda (CPTM) na Estação Pinheiros foi fechada.

– ÔNIBUS: Linhas com atrasos e cancelamentos, principalmente na região Oeste da Grande São Paulo, incluindo Osasco e Barueri. Segundo a EMTU, devido a alagamento, a operação das linhas metropolitanas foi suspensa no Terminal Metropolitano Taboão, em Guarulhos.” Problemas devido à chuva e alagamentos com os ônibus também  na região Oeste da Grande São Paulo. Segundo a EMTU, “devido a pontos de alagamento, o acesso das linhas metropolitanas ao Terminal Metropolitano Luiz Bortolosso, em Osasco, está comprometido” na manhã desta segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020.

– TERMINAIS RODOVIÁRIOS: Partidas e chegadas com atrasos no Tietê, Barra Funda e Jabaquara. Dezenas de partidas de ônibus rodoviários de várias empresas estão em atrasos ou mesmo foram canceladas por causa dos alagamentos que atingem a Grande São Paulo e a capital paulista. Os veículos têm dificuldade de chegar aos terminais Barra Funda (zona Oeste) e Jabaquara (zona Sul) e principalmente Tietê (zona Norte).

– AEROPORTOS: Funcionam normalmente, com exceção do Campo de Marte.

– PREVISÃO: Possibilidade de mais pancadas de chuva à tarde e queda de temperatura ao longo do dia para 18 graus de máxima.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

Deixe uma resposta