Rodoviários de Blumenau decretam estado de greve a partir de 2ª-feira, 10

BluMob, empresa do Grupo Comporte, da família de Constantino Oliveira, opera o transporte na cidade desde fevereiro de 2017. Foto: Mateus Filipe Nascimento

BluMob, concessionária local, recebeu ofício do sindicato formalizando exigência de comunicação antecipada

ALEXANDRE PELEGI

A BluMob, empresa responsável pelo transporte coletivo de Blumenau, em Santa Catarina, foi informada formalmente pelo Sindetranscol, Sindicato dos Trabalhadores no Transporte Coletivo de Blumenau, do estado de greve da categoria a partir da próxima-segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020.

O documento, entregue nesta quinta, 06, cumpre a exigência legal de comunicar qualquer paralisação dos serviços de forma antecipada.

A decisão dos trabalhadores foi tomada em assembleia realizada na quarta-feira, 05 de fevereiro, em protesto contra a falta de acordo nas negociações da data base.

O impasse vem desde novembro do ano passado. Os funcionários já receberam o repasse da inflação nos salários e nos vales-alimentação, mas eles reivindicam ganhos reais de 5% e 10%, respectivamente, além de outras cláusulas negadas pela BluMob. Relembre: Assembleia de rodoviários em Blumenau descarta greve no transporte coletivo

Para a BluMob, empresa do Grupo Comporte, da família de Constantino Oliveira, a greve no transporte coletivo de Blumenau representa “prejuízo a toda a população que necessita do transporte coletivo”.

A concessionária ressalta que os salários e benefícios foram corrigidos desde 1 de novembro de 2019 em 2,55%, que corresponde ao INPC acumulado de 12 meses naquele período. Desta forma, os salários de motoristas e cobradores passaram para R$ 2.614,85 e R$ 1.530,79 respectivamente e o vale-alimentação subiu para R$ 820,40.

Em nota, o Sindetranscol destacou a aprovação ao estado de greve, lembrando que os trabalhadores poderão paralisar suas atividades a qualquer tempo e forma após o prazo de 72 horas. “A decisão ocorreu pela paralisação das negociações, bem como pela intransigência da empresa no atendimento mínimo das reivindicações”.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Comentários

  1. MateusFilipe Nascimento disse:

    Eu q sou o autor da foto hehehe

  2. ADEMIR DIONESIO GLAU disse:

    Sou a favor do fim deste sindicato. Por outro lado, a culpa é das últimas administrações municipais, que monopolizou o transporte coletivo de Blumenau.

  3. Sani disse:

    Que vergonha. A Blumob fez tudo certo. Mas o sindicato quer sempre atrapalhar.

  4. RENATO ALEXANDRE disse:

    Bom dia!

    Meu nome é Renato sou usuário do transporte coletivo e gostaria de saber se vai existir alguma linha circulando em Bnu nesta segunda-feira?
    Se sim, quais? E horários?
    Aguardo retorno, muito obrigado!

Deixe uma resposta