Teófilo Otoni lança licitação de ônibus em lote único

Edital exige categorias diferentes de ônibus. Foto: Junior Almeida

Contrato será de 15 anos prorrogáveis por mais 15. Entrega de propostas é em fevereiro

ADAMO BAZANI

A cidade de Teófilo Otoni, no interior de Minas Gerais, lançou licitação para conceder o sistema de transportes por ônibus.

A data de entrega de proposta foi marcada para 18 de fevereiro de 2020, e o principal critério para declarar a empresa vencedora é a menor tarifa oferecida.

Segundo o edital, que já está disponível, o “prazo da concessão é de 15 (quinze) anos, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período.”

A licitação ainda estipula três valores atuais de tarifa, que serão corrigidos. São três categorias: urbano comum, urbano executivo e distrital.

Os valores do contrato de concessão, estimados pela Prefeitura Municipal de Teófilo Otoni, considerando as tarifas de R$ 3,90 (três reais e noventa centavos) para o transporte urbano convencional, R$4,65 (quatro reais e sessenta e cinco centavos) para o urbano executivo e o preço médio de R$7,71 (sete reais e setenta e um centavos) para o distrital.

Por ano, a estimativa de arrecadação do sistema é de R$ 19,1 milhões e nos 15 anos, de 286,8 milhões, valores que serão corrigidos ao longo do contrato.

“Valor médio anual estimado da arrecadação do contrato de concessão é de R$ 19.125.691,53 (dezenove milhões, cento e vinte e cinco mil, seiscentos e noventa e um reais e cinquenta e três centavos); Valor global estimado da arrecadação dos 15 anos do contrato de concessão é de R$ 286.885.372,95 (duzentos e oitenta e seis milhões, oitocentos e oitenta e cinco mil, trezentos e setenta e dois reais e noventa e cinco centavos).”

A frota exigida será de 62 ônibus e as idades máximas variam de oito a 18 anos de acordo com o tipo do ônibus:

Além da frota, a empresa terá de investir R$ 1 milhão no Terminal Urbano, localizado na Avenida Laender, em frente ao Terminal Rodoviário para adequação ao novo sistema de transportes que será implantado na cidade.

O edital traz ainda metas para o contrato:

– Modernização e qualificação da frota de ônibus para veículos com especificações próprias para o transporte coletivo por ônibus de passageiros em situação de segurança, conforto, facilidade de embarque e desembarque

– Reorganização da rede de transporte otimizando as linhas e os serviços para prestação de um serviço melhor

– Implantação do Sistema de Comercialização, Acompanhamento da Operação e de Informação ao Usuário

– Implantação e manutenção dos abrigos

– Adequação do Terminal Urbano ao novo Sistema de Transporte Coletivo por Ônibus de Teófilo Otoni.

De acordo com o IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a população estimada de Teófilo Otoni é de 140,5 mil pessoas. A renda mensal média é de 1,9 salário mínimo.

O território é de 3.242,270 km²  e o índice de urbanização das vias públicas é de 20,1 %  .

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Debora disse:

    Essa empresa há mais de década, está em nossa cidade. Deixa a desejar em muitos aspectos. Um deles é o atraso no horário . Como cidadã e moradora local, penso e não só eu, mais a maioria, que deveria sim, ter mais uma concorrente.
    É bem provável que todos os benefícios citados acima, que será a obrigação da Vale do Mucuri fazer, deverá ser feito só no último ano dos 15 anos e ainda pedirão
    mais 15 anos. Sempre foi assim.

    1. Edmar Portugal disse:

      Sou de Teófilo Otoni, mas moro em Campinas/SP e esse preço de 3,90 e 4,65 para uma passagem numa cidade do porte da nossa T.O é um assalto, ciente de que a passagem aqui em Campinas é 4,55 com cartão e pode fazer integração para outro ônibus até três vezes com a mesma passagem . Isso é um assalto em Teófilo Otoni.

      1. Maria dilce pereira dos santos disse:

        Concordo plenamente com vc amigo.minha vida até aos 19 anos foi em T.O.,uma bela cidade.porém extremamente pobre de qqr recursos,como todas as demais cidades da região. Bom dia e feliz 2020 pra todos nós!

  2. Marco Antonio Pereira Do Amaral disse:

    Não sendo a vala mucuri ja esta de bom tamanho.

  3. Nilton Sergio Caires disse:

    O motivo da Licitação não é melhorias pois o Prefeito atual fecha a Única rua da praça principal onde o fluxo de carros é intenso, e o Prefeito atual não fez nenhuma exigência a Empresa que opera no município, Ruas todas esburacadas. Vou pagar pra ver um transporte de qualidade onde a saúde é calamitosa. Abraço e esperamos pra ver o resultado.

  4. Nilton Sergio Caires disse:

    Conheço a Empresa a mais de 20 anos a Viação Vale do Mucuri é uma empresa que não tenho nada a reclamar. A cidade de Teófilo Otoni MG não tem uma rua que não tem buracos aí não terá empresa que seja boa numa cidade em que não tem gestão pública.

  5. João alencar jr de Carvalho disse:

    A Mafia continua reinar em T Otoni..

  6. Antônio Carlos disse:

    Considerando o total de km rodado em cada viagem Centro/Bairro/Centro, o valor da passagem é muito elevado.
    Os ônibus, em sua maioria, rodam sujos e mal cuidados.
    Alô Sr. Prefeito, vamos dar condições mais humanas para os usuários do transporte público.

  7. Antonio Jordão disse:

    Em São Paulo, em média o ônibus faz o percurso de 30km, e o valor da passagem após o aumento do dia 01/01/20, será de R$ 4,60.

    1. blogpontodeonibus disse:

      R$ 4,40

  8. Diego disse:

    Eu quero é que jerem emprego pra nós motoristas

  9. Luciano Soares disse:

    Quero ver outra empresa colocar ônibus novos aí pra buscar os alunos nas roça onde o atual governo não tem coragem de mandar patrolar as estrada e arrumar as pontes de madeira que são péssimas a vale do mucuri faz e milagre em atende a população rural aí.. fica a dica

Deixe uma resposta para Antonio Jordão Cancelar resposta