Distrito Federal terá aplicativo de transporte com miniônibus a partir de 2020

CityBus já é realidade em Goiânia, Goiás. Foto: Divulgação.

Passageiros poderão ‘chamar’ os coletivos por meio do CityBus DF

JESSICA MARQUES

O Governo do Distrito Federal anunciou neste domingo, 29 de dezembro de 2019, que os passageiros de Samambaia, Recanto das Emas e Riacho Fundo II terão um aplicativo de transporte com miniônibus a partir de 2020.

O serviço terá implantado inicialmente nestas três localidades por meio do projeto CityBus DF. Por meio do aplicativo, será possível escolher o destino, confirmar a viagem e ser direcionado para um ponto virtual, onde deverá pegar o miniônibus que será identificado na plataforma digital.

“Aos cidadãos será possível utilizar o cartão de transporte da cidade para realizar a integração a outros modos coletivos como o metrô e ônibus, o que facilita e melhora a experiência de deslocamentos pela cidade. Não existem rotas fixas, as viagens são desenhadas em tempo real à medida em que os passageiros fazem a solicitação”, detalhou o governo, em nota.

As operações devem ter início em abril de 2020 para as festividades de 60 anos de Brasília. O serviço será inicialmente operado em Samambaia, Recanto das Emas e Riacho Fundo II, também segundo o governo.

A Urbi será responsável por controlar a frota de 25 miniônibus. O objetivo é garantir a retirada de mais de 1.300 carros de circulação no Distrito Federal.

Essa modalidade já é oferecida aos passageiros de Goiânia, em Goiás, desde abril de 2019. Por meio do CityBus 2.0, a população pode reservar assentos em vans em horários programados.

Leia mais em CityBus 2.0, de Goiânia, passa a oferecer dois tipos de embarque aos passageiros

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta