ANTT autoriza a Breda Transportes e Serviços a operar com transporte regular de passageiros

Publicado em: 20 de dezembro de 2019

Ônibus da Breda Transportes e Turismo, que também atua com fretamento em várias regiões do estado de SP. Foto: Rogerio Marques

Em outras deliberações, Agência recadastrou várias empresas de ônibus para o serviço de transporte de passageiros em regime de fretamento

ALEXANDRE PELEGI

A Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT publicou uma série de deliberações no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 20 de dezembro de 2019.

As medidas mexem não só com transferências de linhas, como também alcançam o mercado de transporte rodoviário por fretamento e o transporte regular interestadual, envolvendo recadastramento e autorizações para empresas de ônibus.

É o caso da Deliberação 1.097, que autoriza a Breda Transportes e Serviços, do Grupo Comporte, a prestar serviço regular de transporte rodoviário coletivo interestadual e internacional de passageiros. A empresa já opera transporte rodoviário no estado de São Paulo, autorizada pela Artesp. A Breda atua ainda com fretamento, cadastrada na EMTU, nas regiões de Campinas, Baixada Santista, São Paulo, Vale do Paraíba e Litoral Norte.

20dez_1097.png

MERCADOS

A ANTT, pela Deliberação nº 1.088, atendeu ao pedido de transferência, da Realsul Transportes e Turismo Ltda para a Viação Reobote Ltda do mercado Brasília/DF – Formosa/GO.

20dez_1088.png

Em outras duas Deliberações, 1.090 e 1.091, a Agência negou, em cumprimento a decisão judicial, dois pedidos de autorização da empresa Real Maia Transportes Terrestres Ltda para operar as linhas Aparecida de Goiânia (GO) – Novo Acordo (TO) e Aparecida de Goiânia (GO) – Novo Acordo (TO), via Anápolis (GO); e para operar a linha Palmas (TO) – João Pessoa (PB) e seções.

20dez_1090_1.png

Já pela Deliberação nº 1.096, a ANTT acatou a transferência de mercados da empresa Viação São Luiz Ltda para a Expresso Adamantina Ltda. Veja:

20dez_1096

FRETAMENTO – RECADASTRAMENTO

Em duas Deliberações (1.094 e 1.098) a Diretoria Colegiada da ANTT aprovou o recadastramento de várias empresas para o serviço de transporte interestadual e internacional em regime de fretamento.

20dez_1094

20dez_1098.jpg

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta