Vendas de ônibus acumulam alta de 41,39% entre janeiro e novembro, diz Fenabrave

Publicado em: 2 de dezembro de 2019

Mais ônibus novos mostram recuperação depois de anos de crise

Federação registrou 24.759 unidades emplacadas

ADAMO BAZANI

Em plena recuperação após mais de três anos de expressivas quedas, entre 2014 e 2017, o mercado de ônibus novos no Brasil registrou de janeiro a novembro deste ano, alta de 41,39% em comparação com o mesmo período de 2018.

O resultado foi divulgado nesta segunda-feira, 02 de dezembro de 2019, pela Fenabrave – Federação Nacional dos Distribuidores de Veículos, que reúne concessionárias e revendedoras.

Foram emplacados em onze meses, 24.759 ônibus, entre urbanos e rodoviários dos mais variados segmentos. No ano passado, neste período, foram 17.511 unidades

Entre outubro e novembro, porém, houve queda de 17,44%, passando de 2.700 unidades para 2.229.

Já na comparação entre novembro de 2018 e novembro de 2019, a alta é de 16,64%, de 1.911 unidades para 2.229.

MARCAS:

No mercado geral de ônibus, no acumulado entre janeiro e novembro, segundo o boletim da Fenabrave, a Mercedes-Benz lidera com 61,87%. Em segundo lugar, está a Volkswagen, com participação de 20,59%. Na terceira posição está a Volare (Marcopolo), que vende os miniônibus já montados, com 9,55%

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. Maurício H Collaneri disse:

    O que acontece com a Scania hein? Não querem mesmo fatia de mercado. Não conseguem oferecer seus ótimos produtos a preço competitivo. Impressionante como a Mercedes domina.

  2. Rodrigo Zika! disse:

    Finalmente as empresas estão pintando os novos carros, digo isso pela imagem ilustrativa.

Deixe uma resposta