Em 35 anos de atividade, CBTU transporta mais de 7,5 bilhões passageiros

Publicado em: 27 de outubro de 2019

CBTU informou que atende a quase 10 milhões de pessoas, em 17 municípios de cinco estados. Foto: Divulgação.

Companhia possui cinco unidades em operação no país

JESSICA MARQUES

Em 35 anos de atividade, a CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos) informou que ultrapassou a marca de 7,5 bilhões de passageiros transportados ao longo das mais de três décadas.

Com cinco unidades em operação no país, a Companhia projeta para 2020 que só o sistema de Recife atingirá os 2 bilhões de passageiros transportados e Belo Horizonte se aproximará da casa de 1,1 bilhão de usuários.

A CBTU está presente nas capitais de Belo Horizonte, em Minas Gerais; Maceió, no Estado das Alagoas; em Recife, Pernambuco; na cidade de João Pessoa, na Paraíba e em Natal, capital do Rio Grande do Norte.

Ao todo, são 105 estações, 21 Terminais de Integração e 220,55 quilômetros de ferrovia que cortam as cidades. Desta forma, a CBTU informou que atende a quase 10 milhões de pessoas, em 17 municípios dos cinco estados.

A Companhia conta com uma frota operacional de 119 veículos ferroviários, entre Veículos Leves sobre Trilhos (VLTs), Trens Unidade Elétrico (TUEs), locomotivas diesel e carros de passageiros.

A cada dia, são transportados, em média, 550 mil passageiros. A cada mês são mais de 23 mil viagens, correspondendo a cerca de 420 mil quilômetros rodados.

Com sede na cidade do Rio de Janeiro, a CBTU possui nove oficinas em seus sistemas. A Companhia também participa do crescimento da indústria ferroviária no Brasil.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Comentários

  1. CBTU que fique por lá, pois aqui em SP, só deu dor de cabeça…da linha ABC- Morato, a evasão de passageiros beirava a 70 a 80 em várias estações. Muitos atrasos, fogos e explosões em composições (BUDD-Mafersa), mortes por surfistas, e muita gente parar no hospital por fraturas em quedas, pelo solavanco na saída. Não deixa saudade e sim pesadelos

    1. Johnatan disse:

      A CBTU só herdou um sistema que já estava precário. Quem lê pensa que ela pegou uma Linha 4-Amarela e transformou numa 12-Safira.

    2. Josias Peixoto Roig Neto disse:

      Olha, aqui no Recife não tá muito diferente disso não, hein… Tem estação com pedaços imensos do telhado faltando! Imagina tu esperar pelo metrô em dia de chuva, tendo que, em plena plataforma, usar um guarda-chuva! Fora os trens quebrados, lixo pra todo lado, a baderna, escadas rolantes e elevadores quebrados… A Globo daqui fez até uma série especial chamada Metrô Sufoco, tá lá no Globo Play

      1. Julio César Vieira de Andrade disse:

        Talvez a culpa não seja só da CBTU.
        Lixo, trem quebrado, isso ta parecendo vandalismo e não deficiência da empresa.

Deixe uma resposta