SPTrans diz que nova pintura em ônibus de São Paulo que vazou é teste e já passou por modificações

Publicado em: 26 de outubro de 2019
SPTrans

SPTrans

Segundo gerenciadora do sistema municipal, ao Diário do Transporte, layout não é definitivo e faz parte de testes. Cores por regiões permanecem no sistema

ADAMO BAZANI

A nova pintura de ônibus da cidade de São Paulo cujas imagens vazaram na manhã deste sábado, 26 de outubro de 2019, não é definitiva e já passou por modificações.

O posicionamento é oficial da SPTrans – São Paulo Transporte, gerenciadora do sistema, exclusivo ao Diário do Transporte que solicitou informações após circularem em redes sociais e grupos de WhatsApp as fotos de dois ônibus da empresa Transwolff com uma nova padronização.

Segundo a SPTrans, “o modelo faz parte dos testes para a nova identidade visual. No entanto, esta versão já sofreu alterações.”

As mudanças ainda serão divulgadas.

Pelas fotografias feitas dentro da garagem da empresa de ônibus, as cores se estendem por grande parte da lateral e o símbolo da SPTrans, gerenciadora do sistema, ganha mais destaque pelo projeto gráfico visual.

Um veículo usado para a proposta é elétrico para operações na zona Sul, com a faixa azul claro, e outro é convencional de motor dianteiro, com faixa vinho para a zona Sudoeste.

A proposta vem ao encontro do que declarou nesta semana a assistente técnica de planejamento da SPTrans – São Paulo Transporte,  Olívia Aroucha, durante reunião do CMTT – Conselho Municipal de Mobilidade e Transporte, que ocorreu nesta quarta-feira, 23 de outubro de 2019, com cobertura do Diário do Transporte.

Segundo a técnica da gerenciadora do sistema, haverá mudanças nos códigos das linhas de acordo com a nova rede proposta nos novos contratos com as empresas de ônibus decorrentes da licitação dos transportes e que foram assinados em 06 de setembro de 2019.

A SPTrans garantiu na reunião que os novos ônibus que  circulam apenas com a cor prata serão pintados.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2019/10/25/sptrans-garante-em-conselho-que-cores-de-onibus-serao-mantidas-mas-vao-ser-adequar-as-mudancas-de-codigos-de-linhas/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. Rodrigo Barbosa Bento Alves disse:

    E falando em Transwolff, cadê os carros elétricos que iriam rodar na 6030 ??? Essa conversa já vem se arrastando desde o ano passado e até agora nada…

  2. Rodrigo Zika! disse:

    Se mudasse não acharia feio, só não acho legal a frase, como se o serviço fosse maravilhoso.

  3. Ademir Machado disse:

    É bom que pintem todos os ônibus cinzas pratas com a cor respectivamente de cada região, estava ficando tudo igual e muita gente confundia! Volte na cor de cada região na parte traseira e dianteira, fica mais bonito!

  4. Jeder disse:

    A cor tem que ser como os atuais ônibus. Pois de longe VC ja identifica o veículo e qual é a linha.

  5. Felipe disse:

    Com forte tendência de voltar ao passado (incentivada tanto pelos chamados fascistas quanto pelos chamados comunistas), nada melhor do que ressuscitar a clássica pintura do municipalizado, aumentando apenas a área de carroceria pintada com a cor da área (antigamente era um retângulo minúsculo). Já que o logo da SPtrans voltou, poderiam retornar também os logotipos das empresas.

    Quanto a esses prefixos 7 xxxx, parecem ter sido criados por um bêbado analfabeto kkkkkkkkk

  6. Rosangela Nunes Camara disse:

    Acho que, deveriam se preocuparem é com A higiene dos ônibus e metros, muitas doenças com os ônibus lacrados pouca ventilação. População mal educada difícil conter tanto descaso com quem precisa trabalhar. A pintura é a de menos.

    1. Paulo Gil disse:

      Rosangela Nunes Camara, bom dia.

      Concordo e você tem toda razão; a limpeza interna do buzão de Sampa, NÃO EXISTE.

      Eu já desisti de reclamar, a fiscalizadora venceu; afinal reclamo há anos e nada de limparem; portanto eu cansei e desisiti.

      Observo que quando falo da sujeira interna não digo papéis e outras coisas jogadas no chão, porque isso os cobradores sempre varreram o carro,
      me refiro a sujeira mesmo que só sai com água e sabão de coco mesmo ou com os modernos produtos de limpeza.

      Att,

      Paulo Gil

    2. Paulo Gil disse:

      Amigos, bom dia.

      Até que enfim alguém colocou a mão na consciência.

      Esse buzão de Sampa lambidão somente de cinza metálico está horrível.

      Vazou nada, isto foi proposital para testar a opinião pública na prática, porém a população não tem direito a voto, afinal a fiscalizadora vive na época da ditadura.

      Eu gostei, só descordo do destaque dado a fiscalizadora, afinal essa é que a menos trabalha pelo sistema do buzão de Sampa; aliás ela só atrapalha.

      Tem de destacar a empresa do buzão isso sim; apesar que pra bom entendedor meia palavra basta.

      Sugiro que substituam esse “cinza metálico”, por “PRATA METÁLICO”, ficará muito mais cleam.

      De cinza já basta o céu de Sampa, 10 meses por ano.

      Espero que a mudança seja efetuada pra ontem e não na próxima contratação daqui a 15 anos.

      RSssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss.

      Aproveitando o tema, pelo amor de Deus fiscalizadora, AUMENTA o tamanho da letra com o número da linha; pelo menos como era antes ou MAIOR, afinal a população do BarsiLei está envelhecendo.

      Basta acessar o site do IBGE para confirmarem esta informação; não é o Paulo Gil que está dizendo isto é o IBGE Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística; creio que isso basta né, afinal o IBGE é o IBGE como sempre foi.

      Att,

      Paulo Gil

  7. Rogério disse:

    Vocês deveriam deixar cada empresa criar sua própria pintura , como era antigamente , ficaria muito mais bonito , olha o Rio de janeiro !! É uma cor mais bonita que a outra , agora essas cores padrão , fica feio.

    1. Johnatan disse:

      De jeito nenhum, SP ia virar circo. Em uma cidade que deseja ser organizada, padronização é mais que uma obrigação!

      1. Marcelo RJ disse:

        Concordo. Antes era tão bonito com a pintura toda branca e as cores de cada região. Civilizada como Nas maiores cidades do mundo. Mas aí veio o Crivella…

  8. Vanilde t j disse:

    Que tal mudar esse pisca pisca dos itinerários
    Nos idosos ficamos perdidos, pegamos ônibus errado e anda tem aqueles motoristas mal humorado mal educado
    Faz questão de ñ abrir a porta pra replicar
    ENTÃO NOS AJUDE ANDAR DE ÔNIBUS …MESMO PQ É NOSSOS DIREITOS
    TENHO 62 ANOS SOU DEFICIENTE VISUAL ESQUERDO ENTÃO TENHO MINHAS NESSECIDAE. TAMBÉM (ORAS)

  9. Flavio disse:

    Poderiam seguir o exemplo do RJ e despadronizar a pintura, cada uma cria a sua própria pintura e mantém apenas o esquema de prefixos e algumas inscrições obrigatórias… Ficaria muito mais fácil pra população saber de qual empresa é o ônibus caso precise

  10. Marcelo RJ disse:

    Amigos paulistanos: não reclamem tanto do transporte público de Sampa. Ele está anos luz melhor do que o do Rio onde as normas nao sao cumpridas. Por aqui o caos está instalado com pessimos motorista que param fora do ponto em fila dupla e até tripla com onibus velhos, sujos e que mesmo quando novos parecem que voce está numa Kombi de tão duros. Além disso aqui foi liberado a pintura dos onibus ao gosto do freguês – ou empresário. Tá um carnaval. Não façam o mesmo ai em SP. Quem dera que aqui fosse como ai!

Deixe uma resposta