Teresina anuncia Plano Diretor de Mobilidade Urbana com foco na sustentabilidade

Publicado em: 21 de outubro de 2019

A execução do Plano deve ser de um ano, com previsão de conclusão em outubro de 2020. Foto: Divulgação.

Documento está sendo elaborado pela Prefeitura

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Teresina, no Piauí, anunciou que está elaborando o Plano Diretor de Mobilidade Urbana com foco na sustentabilidade. Melhor aproveitamento das vias, redução de emissão de poluentes, de consumo de combustível e a otimização do sistema de transportes e trânsito estão entre os enfoques do documento.

O assessor técnico da Strans (Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito), Ricardo Freitas, informou, em nota, que o foco do Plano será o conforto na locomoção dos moradores, priorizando a sustentabilidade nas questões ambientais, sociais e econômicas.

“Tudo isso com base em um novo modelo previsto pelo Plano de Ordenamento Territorial (PDOT)”, garantiu.

No plano, segundo a Strans, irão constar os objetivos, metas e ações a curto, médio e longo prazo para até 20 anos e serão incluídos alguns aspectos relativos às cidades que compõem a grande Teresina.

Além disso, de acordo com a Prefeitura, o plano deve ser transformado em Lei aprovado pela Câmara de vereadores. Será necessário ainda que haja participação popular em todas as fases de elaboração do Plano.

“Além das pesquisas com a população, serão realizadas audiências públicas para discussão com a comunidade, de forma que todos tenham conhecimento das questões envolvidas e das novas propostas”, disse Freitas.

A execução do Plano deve ser de um ano, com previsão de conclusão em outubro de 2020. Ao todo, serão três etapas: A primeira inclui o diagnóstico com a realização de pesquisa domiciliar de origem/destino de tráfego e contagem de veículos. A segunda etapa inclui uma simulação técnica, como exemplo a análise de tráfego em uma área por vários períodos de tempo. A terceira fase é a elaboração do projeto.

“O PDMUS vai atualizar o atual Plano Diretor de Transporte e Mobilidade de Teresina, baseando-se nas definições do Plano Diretor de Ordenamento Territorial – PDOT (Lei n° 3.558/2006), que também se encontra em processo de revisão. Participam da elaboração do novo Plano a Strans, Secretaria Municipal de Planejamento (Semplan), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh), SDUs e Semcom”, informou a Prefeitura, também em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta