Justiça atende pedido da Suzantur e prefeitura terá de combater com maior rigor transporte clandestino em Mauá

Publicado em: 21 de outubro de 2019
Mauá

Ônibus em Mauá. Empresa se queixou em ação de transporte pirata

TJ-SP negou apelação da prefeitura que argumentou que já fiscaliza as atividades ilegais

ADAMO BAZANI

A 10ª Câmara de Direito Público negou apelação da prefeitura de Mauá, na Grande São Paulo, em processo de “Obrigação de Fazer / Não Fazer” no qual a Suzantur – Transportadora Turistica Suzano Ltda reclama da concorrência que sofre do transporte clandestino na cidade.

Segundo o pedido da empresa de ônibus, as “ações de fiscalização não se mostraram suficientes”

A primeira instância julgou procedente o requerimento da companhia de transportes públicos, que ainda citou o contrato de concessão e a atribuição da prefeitura no combate ao transporte pirata urbano.

A prefeitura entrou com apelação e alegou que já faz a fiscalização.

A Câmara de Justiça, porém, negou a apelação e manteve a decisão de primeira instância.

Se quiser, a prefeitura pode recorrer ao STJ – Superior Tribunal de Justiça, arcando com as custas processuais.

A decisão foi publicada nesta segunda-feira, 21 de outubro de 2019, no DJE – Diário de Justiça Eletrônico do Estado de São Paulo.

O Diário do Transporte já verificou várias vezes a oferta do transporte clandestino em Mauá, que se dá majoritariamente por carros de passeio que cobram preços menores que a tarifa de ônibus.

Nas imediações do shopping principal da cidade, na região central, ainda é possível ver pessoas abordando os passageiros nos pontos oferecendo o transporte pirata.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. JOAO LUIS GARCIA disse:

    Parabéns a iniciativa da direção da empresa, uma vez que se o poder público exige que a operação seja feita corretamente, é dever do poder público também manter as condições para que a concessionária possa desempenhar seu papel corretamente e de forma que a arrecadação seja suficiente para manter a boa prestação do serviço.

  2. Maria disse:

    Um passageiro fica no terminal por uma hora ou mais, esperando um ônibus, Depois de um puxado de trabalho, ou no ponto, E chega atrasado no serviço. Suzantur precisa melhorar e muito os horários.

  3. Fernando Rocha disse:

    Tá certa a Suzantur, o transporte clandestino pode ser barato, mas não tem segurança nenhuma. Tudo veículo antigo com péssimas condições e sem condições de rodar, muitas vezes

    1. Francisco Da Silva disse:

      Aí que você se engana, a frota de transporte alternativo no meu bairro, se renovou, e é bem mais seguro que o ônibus, pois todos os acentos tem sinto de seguraça e se por ir sentado, diferente do ônibus.

    2. Francisco Da Silva disse:

      Pelo menos os carros aqui do meu bairro, são todos carros renovados e com no máximo 10 anos de uso.
      Todos com sinto de segurança, diferente dos ônibus.

  4. Ricardo Dos Santos disse:

    engraçado nós moradores de Mauá esperamos os ônibus por mais de meia HR no ponto ou no terminal demora mto, sem falar que de sábado a espera por transporte público na Cidade é de 1 HR. isso a Suzantur não vê não está nem aí. agora quer reclamar por causa dos transportes clandestino. primeiro faça a sua parte trata os moradores de Mauá com mais respeito, cobre um preço justo pega passagem, uma cidade tão pequena com uma tarifa tão Alta.
    por isso a Suzantur está perdendo pra transporte clandestino e para os transporte por aplicativo.

  5. é Obrigação mesmo de a PMM fiscalizar em cima, já que a Suzantur quer realmente trabalhar, todos aqui viram os carros novos, mas lá na Câmara ficam de picuinha contra a empresa… Duvido se não se criou uma máfia dos clandestinos que estão cercando fiscais para os subornarem para manter-se nas ruas…Isso não é novidade, na Capital, em época distante. A Suzantur está com a razão.

  6. Alfredo disse:

    Basta por uma multa de 6.000 nos clandestinos e acaba rapidamente essa bagunça no transporte de Maua, e a Suzantur deve aumentar a frota para melhorar o atendimento a população

  7. Alex Sandro Lopes Pereira disse:

    Mauá tinha é que sair do monopólio isso sim é necessário duas empresas no mínimo para que o transporte coletivo melhore

  8. Renato disse:

    A suzantur esta correta, a prefeitura não cobra qualidade, a empresa já sofre a concorrencia dos aplicativos, com 8 reais voce sai do bairro até o centro com 4 pessoas transportadas, com os clandestinos a empresa logo quebra .

  9. Ivan Silva Neves disse:

    A empresa suzantur quebra so tem uma empresa sozinha com a passagem mais caro do abc o ônibus roda no maximo 30 minutos as linha mais longe pq a maioria e 20 minutos se um carro ganha com 4 passageiros imagina o ônibus vem mais em pe que sentados os clandestino e pingo de agua no mar

  10. Ivan Silva Neves disse:

    Tem mais a suzantur também e uma empresa clandestina que e pra transportar passageiro em Mauá e Neblon que foi espulsa pela malícia da propina

Deixe uma resposta