Coronel Fabriciano (MG) define que somente bilhete eletrônico será aceito para integração nos ônibus municipais

Publicado em: 19 de outubro de 2019

Foto: Divulgação

Nova regra passa a vigorar a partir de 26 de outubro, sábado, e faz parte do novo sistema de bilhetagem eletrônica

ALEXANDRE PELEGI

Os usuários do transporte coletivo de Coronel Fabriciano, cidade de 110 mil habitantes do Vale do Aço, em Minas Gerais, terão de usar o cartão do Fabri Fácil para ter direito à integração nos ônibus.

O bilhete eletrônico possibilita ao passageiro tomar um segundo ônibus, entre setores diferentes num período de uma hora, pagando apenas uma tarifa, hoje no valor de R$ 4,10. A integração, como informa comunicado da prefeitura, pode ser feita em qualquer ponto da cidade.

A prefeitura alega que o novo sistema, implantado em junho deste ano, teve o objetivo de “modernizar o serviço e deixar a viagem mais confortável e rápida”. Além disso, o uso da bilhetagem eletrônica traz o benefício de mais segurança para o transporte público ao diminuir a circulação de dinheiro dentro dos ônibus.

O sistema é operado pelo Consórcio Fabri Fácil, hoje atendido pelas empresas Saritur, Acaiaca e Univale. Desde o início do mês, a concessionária do serviço vem orientando os passageiros sobre o novo sistema de integração, com distribuição de panfletos.

A emissão da primeira via do bilhete eletrônico é gratuita, e quem já possui o cartão do modelo antigo pode continuar a usá-lo normalmente, informa a prefeitura.

WI-FI E AR-CONDICIONADO

O cartão Fabri Fácil conta com um novo aplicativo para celular, por meio do qual é possível saber os horários atualizados de todas as linhas, acompanhar o trajeto, selecionar um ponto de embarque e saber o horário programado para a chegada do ônibus e até quantos minutos faltam para o embarque.

A concessionária Fabri Fácil informou ainda que até o final de 2019 oferecerá wi-fi gratuito dentro dos ônibus. Além disso, está prevista a aquisição de um novo ônibus com ar condicionado e a instalação de novos leitores nas catracas, que permitirão o pagamento da tarifa também com cartão de débito.

ATENDIMENTO

Para adquirir o cartão Fabri Fácil basta ir ao posto de atendimento da concessionária no Terminal Rodoviário Municipal (loja 6, no térreo) e apresentar documento de identidade e CPF. É necessário fazer uma compra mínima de R$ 10 em crédito, válidos por até seis meses sem uso após o carregamento. O cartão fica pronto na hora, com o limite de um bilhete eletrônico por CPF.

Fabri Fácil

Rua Pedro Nolasco, nº 400, loja 6 – Terminal Rodoviário Municipal

Funcionamento: de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h30. Telefone: 3841-0957. Site: www.fabrifacil.com.br

A integração, com pagamento de uma tarifa, é possível entre os setores diferentes e no intervalo de uma hora:

SETOR MELO VIANA

Judith Bering, Floresta, Caladão/Contente, Distrito Industrial, Silvio Pereira I, Silvio Pereira II, Recanto Verde, Pedra Rocha, Córrego Alto, Santa Cruz e JK.

SETOR CALADINHO

Aparecida do Norte, Caladinho de Cima, Morro do Carmo, Morada do Vale, Serra Azul, Pedreira e Pomar.

SETOR AMARO LANARI

Amaro Lanari, Mangueiras

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta