Show em homenagem ao Dia do Professor é realizado em estação da CPTM

Show será realizado na estação Brás. Foto: Adamo Bazani / Arquivo.

Banda formada por alunos e professores tocará sucessos de estilos variados, como rock e sertanejo

JESSICA MARQUES

Em comemoração ao Dia do Professor, a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) informou que vai abrir o Espaço Cultural da Estação Brás para professores e alunos de uma rede particular de ensino se apresentarem de uma forma diferente: como integrantes de uma banda de rock.

A Banda Rede Decisão foi criada em 2014 e em todos os anos os integrantes são renovados. A apresentação será realizada nesta terça-feira, 15 de outubro de 2019, das 10h às 16h.

Na apresentação, o repertório estará recheado de sucessos sertanejos e rock, com covers de bandas e cantores renomados como The Police, Skank, Legião Urbana, Titãs, Roupa Nova, Lulu Santos, Tim Maia e Alceu Valença entre outros.

“Com o propósito de apoiar e difundir a arte popular, a CPTM abre espaços em suas estações para mostras de arte, exposições, apresentações e manifestações culturais de artistas e instituições parceiras”, informou a CPTM, em nota.

DIA DO PROFESSOR

Em 15 de outubro de 1827, o imperador Dom Pedro I criou uma Lei Imperial instituindo o Ensino Elementar no Brasil, denominado à época “Escola de Primeiras Letras”.

Pelo decreto, todas as cidades deveriam ter suas escolas de primeiro grau. Em São Paulo, 120 anos depois, em 1947, quatro professores tiveram a ideia de organizar um dia de parada para comemorar a data que, posteriormente, em 1963, foi oficializada como feriado escolar por meio do Decreto Federal nº 52.682.

Serviço

Banda musical

Local: Estação Brás (Linhas 10-Turquesa, 11-Coral e 12-Safira)

Data: 15/10, terça-feira

Horário: das 10h às 16h

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, boa noite.

    Parabéns a todos os professores!

    Pessoas dedicadas e profissionais com dom Divino.

    Sem o toque de Deus não haveria nenhum professor.

    Afinal; o salário óóóóóóóóóóóóóóóóóóó…

    Att,

    Paulo Gil

  2. Marcelo Xavier disse:

    Comemorar uma profissão cada vez mais desprezada? Pelos governos e, antes de tudo, pela própria população que se orgulha de sua ignorância e analfabetismo?

Deixe uma resposta