Jacareí anuncia implantação de 11,2 km de faixas exclusivas e compartilhadas de ônibus

Foto: prefeitura de Jacareí

Faixas do programa ‘Corredor do Transporte Coletivo’ serão implantadas em duas fases na região central do município

ALEXANDRE PELEGI

A prefeitura de Jacareí, município paulista com 230 mil habitantes, anunciou nesta quinta-feira, 10 de outubro de 2019, o lançamento do programa ‘Corredor do Transporte Coletivo’.

Serão 11.2 km de faixas exclusivas e compartilhadas de ônibus, com a implantação dividida em duas fases.

A primeira, segundo informações da prefeitura, abrange 7.1 km e contemplará a Avenida Siqueira Campos, Rua General Carneiro, Avenida Davi Lino (em torno do Parque da Cidade), Rua Miguel Esper, Rua Miguel Leite do Amparo, Rua Chaquib S. Ahmed, Rua Dr. Lúcio Malta e Luiz Simon, Praça dos Três Poderes, Rua XV de Novembro, Rua Alfredo Schuring, Rua Rui Barbosa, Rua Barão e Rua Moisés Ruston.

O objetivo é “organizar os veículos nas vias públicas, reduzir o conflito entre ônibus e automóveis e, ordenar o uso do sistema viário da região central”, afirma comunicado da prefeitura.

O projeto, realizado por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana, foi criado para melhorar o tempo de deslocamento dos passageiros entre a origem e destino. De acordo com a pasta, o projeto reforça a Política Nacional de Trânsito quanto a “priorizar a mobilidade de pessoas sobre a de veículos, incentivando o desenvolvimento de sistemas de transportes coletivos – (Resolução Contram nº 166/2004)”.

O projeto ‘Corredor do Transporte Coletivo’ terá, no entanto, apenas 25% do seu traçado destinado para as faixas exclusivas. A maior parte da extensão, os restantes 75%, será para faixas compartilhadas.

As faixas compartilhadas terão caráter educativo, segundo a prefeitura de Jacareí, “podendo ser utilizada por carros, mas com a finalidade de estimular visualmente o condutor a dar preferência para o transporte coletivo”.

A faixa exclusiva, voltada para o transporte coletivo municipal e intermunicipal, receberá também veículos de fretamento, transporte escolar e táxi com passageiros.

A obrigatoriedade do uso da faixa será de segunda a sexta-feira, das 6h às 9h e das 16h às 19h. Fora desse período de horas as vias continuarão a ter tráfego livre.

IMPLANTAÇÃO

Primeira fase – O cronograma de implantação foi organizado de maneira gradativa, segundo a prefeitura “para que a população se habitue, sem surpresas ou penalizações injustas”.

Agora em outubro, a administração promete finalizar toda a sinalização horizontal e vertical das vias. Além das placas, haverá nas faixas compartilhadas uma linha paralela tracejada e as faixas exclusivas serão sinalizadas com a pintura de uma faixa contínua.

Em novembro a prefeitura promoverá ações educativas para conscientização dos condutores e, em dezembro, dará início ao funcionamento do programa, o que inclui a fiscalização.

Para secretário de Mobilidade Urbana, Edinho Guedes, o Corredor do Transporte Público “será um benefício para os 40 mil jacareienses que usam o transporte coletivo todos os dias. Dentre eles, mais de sete mil crianças por dia que passarão mais tempo na escola e com a família do que paradas no trânsito. O projeto vai equilibrar o uso do espaço público, de forma mais justa e racional”.

Segunda fase – serão 4.1 km de faixas localizadas na região do São João, todo o trecho composto por faixas compartilhadas, que serão implantadas somente em 2020.

COLETA DE DADOS

A Secretaria de Mobilidade Urbana realizou um levantamento de dados pela equipe de engenharia responsável. O objetivo foi determinar o funcionamento da faixa exclusiva e compartilhada e os horários estipulados.

Iniciados em outubro de 2017, os estudos incluíram o mapeamento das linhas e a extensão de quilômetros do município, além do número de passageiros transportados por dia em cada linha, com definição de nomes. Além disso, o estudo levantou dados como as dimensões de largura e extensão das vias em que trafegam os ônibus, a quantidade de faixas de rolagem (acostamentos ou estacionamentos no sentindo de fluxo), a quantidade de ônibus que circulam, fluxo de carros, motos, ônibus e caminhões, tempo de deslocamento entre pontos de paradas e uma pesquisa de percepção e satisfação do usuário.

Segundo dados dessa pesquisa, ficou caracterizado que o horário de pico no transporte coletivo de Jacareí ocorre de segunda a sexta-feira, das 6h às 9h e das 16h às 19h. Outro dado: 68% dos usuários têm a finalidade de deslocamento para trabalho, estudo e saúde.

Para a Diretora de Transportes de Jacareí, Thaís Nunes Abreu, a frota de veículos na cidade tem aumentado ao longo dos anos, “então a implantação de medidas para equilibrar o uso do espaço público é necessária”.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. alfredo disse:

    Esses incompetetentes ao invés de ampliar o trânsito desafogando o centro de carros eles vão e criam mais transito ainda, principalmente do Shibata até a saida para santa branca e do Mercadão até a ponte do Elvira, esses estagiários

Deixe uma resposta