Polícia faz operação e prende 29 pessoas por fraude e clonagem no Bilhete Único e Cartão BOM

Publicado em: 3 de outubro de 2019

Policiais realizaram operações em quatro terminais. Foto: PMSP

Uma central fazia a cópia e reprodução dos cartões: 1255 bilhetes, R$ 4 mil e quatro notebooks foram apreendidos

ADAMO BAZANI

A Polícia de São Paulo realizou uma operação contra fraude na bilhetagem eletrônica do transporte municipal da capital metropolitano da Grande São Paulo.

Foram aprendidos 1255 bilhetes, entre o Cartão BOM e o Bilhete Único.

Os policiais apreenderam ainda R$ 4 mil e quatro notebooks, além de descobrir uma central de clonagem.

Ao todo, 29 pessoas foram detidas, incluindo adolescentes.

A pperação contou com 80 policias em terminais de ônibus e estações da CPTM e Metrô: Armênia e Perus (Capital), Carapicuíba e Santo André (Grande São Paulo).

Alguns cartões tinham mais de R$ 500 em créditos cada.

Em nota, a SSP – Secretaria de Segurança Pública diz que a quadrilha já estava sendo monitorada há dez dias.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo deflagrou, nesta quinta-feira (3), uma operação para combater fraudes e o uso indevido de bilhetes eletrônicos de transporte, como BOM e o Bilhete Único.

A ação desta quinta-feira foi realizada de forma simultânea em quatro grandes terminais de transporte público da Capital e Grande São Paulo. (Armênia, Perus, Carapicuíba e Santo André). Os fraudadores, que inserem créditos irregulares em cartões ilegais e compram bilhetes de terceiros para uso indevido, foram identificados pelo trabalho de inteligência das polícias ao longo dos últimos 10 dias.

Cerca de 80 policiais e 10 viaturas participaram das ações de campo. Os detidos estão sendo encaminhados para a sede do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), na capital, e às unidades da seccional de Carapicuíba e a Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) de Santo André.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

 

Comentários

  1. Rodrigo Zika! disse:

    Finalmente a polícia fazendo o que tem que fazer.

Deixe uma resposta