Após acidente no sábado, VLT de Fortaleza volta a operar nesta segunda com atraso

VLT Batida
Trens leves bateram de frente. Foto: Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará

Batida deixou 38 feridos. Primeira viagem foi somente às 6h40

ADAMO BAZANI

O VLT – Veículo Leve sobre Trilhos de Fortaleza, na linha Parangaba-Mucuripe, voltou a operar de forma integral nesta segunda-feira, 30 de setembro de 2019, com atraso.

A primeira viagem, anunciada para às 6h não ocorreu. Uma composição do trem leve só saiu para os serviços às 6h40, segundo a imprensa local.

As operações ficaram suspensas neste final de semana após um grave acidente no sistema no último sábado, 28: Dois trens bateram de frente, deixando ao menos 38 feridos.

A batida entre os VLTs ocorreu no mesmo trilho pouco antes de meio dia.

Os feridos mais graves foram os maquinistas Jonas Targino, de 28 anos, e Luiz Gonzaga, de 56 anos, que ficaram presos nas ferragens. Ambos permanecem hospitalizados e o estado é estável.

Até a manhã desta segunda-feira, 17 das 38 vítimas receberam alta hospitalar.

A Metrofor, companhia responsável pelos trens, diz que apura as causas.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    É incrível que em pleno 2020, com tantos sensores eletrônicos aconteça um acidente deste tipo.

    E o pior de tudo:

    Se tem duas linhas; porque operar na mesma linha?

    Barsil.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta