Créditos do tipo Comum do Bilhete Único de São Paulo emitido antes de 2014 acabam nesta segunda-feira

A SPTrans informou ainda que não haverá bloqueio dos cartões, mas apenas dos créditos. Foto: Adamo Bazani.

Prazo para utilização é válido para valores acima de R$ 43

JESSICA MARQUES

A SPTrans informou, em nota, que os usuários que possuem cartões do Bilhete Único emitidos antes de 2014 com créditos do tipo Comum excedentes a R$ 43 têm até esta segunda-feira, dia 30 de setembro de 2019, para utilizá-los. A medida tem o objetivo de combater fraudes na utilização do cartão.

Após esse período haverá bloqueio dos créditos do tipo Comum caso o valor seja superior a dez tarifas (R$ 43) nessa carteira, segundo a SPTrans.

Para recuperá-los será preciso realizar o cadastro no site bilheteunico.sptrans.com.br e, após conclusão e aprovação da foto, retirar o novo cartão personalizado em um dos terminais de ônibus municipais.

Em 72 horas, o munícipe poderá fazer a restauração dos créditos remanescentes. Caso não entregue o cartão antigo, será cobrada uma taxa de R$ 30,10, equivalente a sete tarifas.

A SPTrans informou ainda que não haverá bloqueio dos cartões, mas apenas dos créditos do tipo Comum caso o saldo ultrapasse R$ 43 nessa carteira.

“Por exemplo, caso o munícipe tenha crédito Comum excedente a R$ 43 e Vale-Transporte no mesmo cartão, poderá continuar utilizando os créditos de Vale-Transporte normalmente.”

Em maio, a Secretaria de Mobilidade e Transportes (SMT) prorrogou o prazo para uso dos créditos do tipo Comum por mais quatro meses para beneficiar os passageiros que possuíam saldo excedente e não conseguiriam utilizá-los até 1º de junho, conforme noticiado pelo Diário do Transporte, em primeira mão.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2019/05/23/em-primeira-mao-gestao-bruno-covas-muda-para-30-de-setembro-o-prazo-limite-para-troca-de-bilhete-unico-antigo/

Confira abaixo as orientações da SPTrans sobre a troca do Bilhete Único:

Quem precisa trocar o Bilhete Único?

Somente quem possui no mesmo cartão as seguintes situações: 

– utiliza somente crédito Comum;

– não tem créditos vale-transporte;

– o cartão foi emitido antes de 2014 ou é anônimo; e

– não utilizará o excedente de crédito comum acima de R$ 43 até 30/09/2019.

OUTRAS ORIENTAÇÕES

Os cartões SEM personalização permitem armazenar no máximo R$ 43 do crédito do tipo COMUM. Para armazenar uma quantidade maior, é preciso obter o Bilhete Único personalizado.

Veja como:

  • Após cadastro via internet e aprovação da foto –  http://bilheteunico.sptrans.com.br/cadastro.aspx -, basta ir a um dos postos para retirar o cartão –  http://bilheteunico.sptrans.com.br/comumPostos.aspx.
  • As pessoas que não necessitam armazenar uma quantidade maior de crédito COMUM, não precisam trocar de bilhete.
  • O passageiro que possuir um cartão antigo com saldo superior a R$ 43 de crédito COMUM tem até dia 30/09 pra consumir o excedente ou transferir o saldo para um Bilhete Único personalizado.

Confira as principais dúvidas sobre a mudança:

Mudanças nas regras do Bilhete Único: Tire as principais dúvidas e saiba como proceder

O QUE VOCÊ PRECISA SABER:

Data-Limite para a troca: 30 de setembro de 2019.

 

Quais cartões que precisam ser trocados? Os cartões do BILHETE ÚNICO COMUM emitidos antes de 2014 e os que não são personalizados. Na parte de trás do bilhete, há a especificação dos modelos do cartão. Entre os que devem ser trocados estão os modelos de cartões Classic 1K, códigos 52 e 59; II – Cartão Plus 4K, código 110.

 

O que acontece se não houver a troca dentro do prazo? O passageiro perde o saldo a partir de dez passagens (R$ 43,00).

 

Como deve ser a troca?

 

A transferência de saldo do bilhete antigo para o bilhete novo não é na hora e não é só chegar ao posto.

– Primeiro, o passageiro que tem Bilhete Único Comum emitido antes de 2014 ou Anônimo deve entrar no site da SPTrans e se cadastrar enviando uma foto. Tem de ser foto estilo de documento, não pode ser, por exemplo, selfies, em cenários, de lado, corpo inteiro ou com outras pessoas junto. É necessário preencher uma série de dados.

 

– O link para cadastro da foto e dos dados é:

http://sptrans.com.br

 

– Confirmado o cadastro, o passageiro deve ir ao posto da SPTrans com o cartão antigo e documento oficial com foto, como RG ou CNH – Carteira Nacional de Habilitação.

 

– O saldo do Bilhete antigo só vai estar disponível no novo depois de 72 horas, quando o passageiro deve voltar ao posto e validar.

 

Quem precisa trocar o Bilhete Único?

 

Somente quem possui no mesmo cartão as seguintes situações:

– utiliza somente crédito Comum;

– não tem créditos vale-transporte;

– o cartão foi emitido antes de 2014 ou é anônimo; e

– não utilizará o excedente de crédito comum acima de R$ 43 até 30.09.2019.

A SPTrans calcula que em torno de 50 mil cartões com códigos 52, 59 e 110 precisam ser trocados.

POSTOS DA SPTRANS COM ATENDIMENTO 24 HORAS:

  • Term. A E Carvalho
    Endereço: ESTR. DO IMPERADOR, 100
  • Term. Amaral Gurgel
    Endereço: R. DR. FREDERICO STEIDEL, 107
  • Ângela
    Endereço: ESTR. DO M’BOI MIRIM, 4901
  • Term. Aricanduva
    Endereço: AV. AIRTON PRETINI, 0
  • Term. Bandeira
    Endereço: PÇA. DA BANDEIRA, 0
  • Term. Cachoeirinha
    Endereço: AV. INAJAR DE SOUZA, 0
  • Term. Campo Limpo
    Endereço: R. CAMPINA GRANDE, 43
  • Term. Capelinha
    Endereço: ESTR. DE ITAPECERICA, 3222
  • Term. Carrão
    Endereço: AV. DEZENOVE DE JANEIRO, 884
  • Term. Casa Verde
    Endereço: PÇA. DAS MONÇÕES, 0
  • Term. Cidade Tiradentes
    Endereço: R. SARA KUBITSCHECK, 165
  • Term. Grajaú
    Endereço: R. GIOVANNI BONONCINI, 77
  • Term. Guarapiranga
    Endereço: ESTR. DO M’BOI MIRIM, 152
  • Term. João Dias
    Endereço: AV. JOÃO DIAS, 3589
  • Term. Lapa
    Endereço: PÇA. MIGUEL DELL´ERBA, 50
  • Term. Parelheiros
    Endereço: ESTR. DA COLÔNIA, 0
  • Term. Penha
    Endereço: AV. GABRIELA MISTRAL, 0
  • Term. Pinheiros
    Endereço: R. GILBERTO SABINO, 133
  • Term. Pirituba
    Endereço: AV. DR. FELIPE PINEL, 60
  • Pq. Dom Pedro
    Endereço: PQ. D. PEDRO II, 0
  • Term. Princesa Isabel
    Endereço: PÇA. PRINC. ISABEL, 0
  • Term. Sacomã
    Endereço: R. BOM PASTOR, 3000
  • Term. Santo Amaro
    Endereço: AV. PE. JOSÉ MARIA, 400
  • Term. São Miguel
    Endereço: R. GUARACAPÁ, 350
  • Term. Sapopemba
    Endereço: AV. ARQ. VILANOVA ARTIGAS, 0
  • TERM. V. PRUDENTE
    Endereço: AV. PROF. LUIZ IGNÁCIO ANHAIA MELLO, 1359
  • Term. Varginha
    Endereço: AV. PAULO GUILGUER REIMBERG, 0

 

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, boa noite.

    E depois dizem que o problema do Barsil é a corrupção.

    Vão bloquear os créditos do cidadão (já pagos) e ainda o cidadão terá de recuperá-los.

    Como assim?

    A PMSP vai bloquear um bem particular, o qual já está pago e ela ainda aplicou no mercado financeiro e depois o cidadão vi ter de recuperar o que é de sua propriedade.

    Como assim?

    Sinceramente, estelionato ou apropriação indébita.

    Cade o devido processo legal ?

    A PMSP está presumindo que os cartões e os créditos de cidadãos de bem. são ilegais ou fraudes?

    Cade a prova e cade o devido processo legal?

    Se tem cartão falso, ilegal e o escambau, isto é problema de todas as polícias; que se investigue e prendam e punam os culpados.

    E não por uma ação arbitrária e INCONSTITUCIONAL, vão bloquear o crédito e o cartão do cidadão de bem e depois o cidadão ainda vai ter de recuperá-lo.

    Termino com uma pergunta, pois em respeito do Diário do Transporte, não posso comentar o que eu estou pensando (*&¨%TFR$#@!#%¨YGU&¨%%T¨&&$#T¨&Y).

    PARA QUE SERVE A CF/88 E ESSE ZILHÃO DE LEI???

    Att,

    Paulo Gil

    1. katia disse:

      perdi meu cartao com 34,00. tive q pagar a emissao de outro pq senao perdia esse creditos e qdo fui buscar o novo avisaram q nao tinha saldo algummm..ficou p quem?

      1. Paulo Gil disse:

        Katia, bom dia.

        Ótima pergunta:

        Ficou pra quem?

        Eu também gostaria de saber, pois eu tinha R$ 20,00 no meu BU que foi levado no assalto em 2017 e até não tive resposta nem ressarcimento.

        Será que o meu e o seu saldo, foram para a mesma conta ?

        Deixo ai mais uma pergunta; para investigação pelo TCM. MP e polícias.

        Como diria a minha avó:

        “De grão em grão a galinha enche o papo”

        Mais uma pergunta:

        Qual é o CPF ou CNPJ desta galinha?

        Att,

        Paulo Gil

  2. Rodrigo Zika! disse:

    Adamo você explicou bem nessa matéria, só que o 156 fala uma coisa e os locais onde retira o catão novo falam outra, na central por telefone fala que vai bloquear tudo, o que não procede caso você utilize o VT pela empresa que seria o meu caso, o absurdo que acho e o prazo de 72 horas pra ativar o outro, sendo que quem utiliza diariamente como ira esperar esse prazo pra ativar o outro se usa o BU todos os dias? E outra eles não recolhem o cartão antigo não, fui pegar o que fiz pelo site e a atendente passou a informação que e a da matéria, que pode continuar utilizando o VT normalmente, só que as vezes eu utilizo o BU pra outras coisas no fim de semana, e preciso trocar pro novo que já peguei de qualquer jeito, mais ai entra outra confusão, a atendente no posto onde peguei o novo BU disse que quando os créditos do VT ficarem disponíveis eu posso carregar com o novo BU normalmente, só não soube informar o prazo pra usar, ou se precisa cancelar o antigo pra ativar ou usar o novo, então preciso sempre ter o VC e o VT pra usar, um no dia a dia e o outro pra sair quando precisar carregando com dinheiro, mas eles não sabem informar nada concreto, um verdadeiro absurdo.

    1. Paulo Gil disse:

      Rodrigo ZIka, bom dia.

      Esta é a filosofia do Barsil, complicar tudo para não se ter controle de NADA.

      Neste ziguezague caranguejado a lá fiscalizadora é que os contribuintes perturbados; além de taxados é claro.

      Abçs,

      Paulo Gil

      1. Rodrigo Zika! disse:

        Paulo Gil e muito atrapalhado esse atendimento, seja físico ou 156, isso prova que o BU não seria obrigado a trocar, e sim pra forçar gastar mais dinheiro e trocar por um novo, piada.

    2. Cleide Almeida disse:

      Boa tarde!

      Pelo que eu entendi, um Bu vale para tudo, comum, vale transporte e estudante, os créditos ficam separados no bilhete e no final de semana debita do saldo do bilhete unico comum.

  3. Paulo Gil disse:

    Rodrigo Zika, boa noite.

    O um 156 eu já abortei faz tempo, desde quando acabou o 194 da CET.

    Isto mesmo, são dois objetivos.

    Atrapalhar e faturar no lombo do contribuinte.

    Abçs,

    Paulo Gil

    1. Rodrigo Zika! disse:

      Paulo fato.

  4. Roberto Camargo Fairbanks disse:

    Já fui 2 dias seguidos fazer a transferência dos créditos do meu bilhete único velho para o novo, fui ao terminal Bandeira na 2a. feira e ontem, nos 2 dias estavam sem sistema, dai ontem depois que não consegui no terminal Bandeira, peguei o trólebus para o terminal Pedro II e foi a mesma coisa, sem sistema, a atendente falou que é geral este problema do sistema, quantas vezes terei que tentar fazer esta transferência e vai continuar sem sistema? Dai tenho que carregar pra ir aos terminais, voltando várias vezes só pra isso… Espero que consigam resolver este problema, não dá mais pra ficar carregando só pra ir tentar receber o que tinha no outro bilhete único.

    Roberto Camargo Fairbanks

Deixe uma resposta