Curitiba comemora venda de créditos de transporte por aplicativos e anuncia máquinas em Terminais

Publicado em: 17 de setembro de 2019

Foto: Luiz Costa/SMCS

Primeiros terminais a receber equipamentos serão o do Pinheirinho e do Santa Cândida, que devem iniciar operações de recarga até 30 de setembro

ALEXANDRE PELEGI

66 mil passagens vendidas em pouco mais de um mês de funcionamento das empresas RecargaPay e Qiwi, credenciadas para operar aplicativos para a venda de créditos de transporte de Curitiba. Esse número é visto pela Urbanização de Curitiba (Urbs) como um indicativo de sucesso da expansão dos meios de venda dos créditos.

Os aplicativos, disponíveis para Android e iOs, se somam a outras alternativas para os usuários carregarem créditos de transporte, como a existência de mais de 30 bancas credenciadas, além do aplicativo Curitiba App.

Para Ogeny Pedro Maia Neto, presidente da Urbs, “o objetivo é dar várias opções para o passageiro fazer a recarga, com mais comodidade e facilidade”.

Como anunciou o Diário do Transporte há uma semana, outra novidade é a venda de créditos nos 22 terminais de ônibus da capital. Relembre: Urbs vai vender créditos para cartões do transporte coletivo nos terminais de ônibus de Curitiba

Os primeiros terminais a receber as máquinas serão o do Pinheirinho e do Santa Cândida, que devem iniciar operações de recarga até o dia 30 de setembro, segundo a prefeitura.

Nos terminais, segundo a Urbs, a operação de recarga não terá custo e poderá ser realizada desde o horário do primeiro ônibus até o último.

Com a expansão da rede de recargas, a prefeitura comunica que desativou a recarga de créditos na sede da Urbs, na Rodoferroviária, nesta segunda-feira, 16. A operação desse posto já estava limitada ao horário de funcionamento da Urbs, de 12h30 a 18h30, e tinha pouca procura.

O usuário da região pode recarregar os créditos no posto de venda mais próximo, que fica a 400 metros, na esquina da Rua Mariano Torres com Avenida Affonso Carmargo, na praça Baden Powell.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta