Recuperação da plataforma superior da Rodoviária do Plano Piloto, no Distrito Federal, deve ficar pronta em outubro

Publicado em: 15 de setembro de 2019

De acordo com o Governo, a obra estará 90% executada neste mês

JESSICA MARQUES

O Governo do Distrito Federal informou, por meio de nota, que a recuperação da plataforma superior da Rodoviária do Plano Piloto deve ficar pronta em outubro.

Segundo a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), o cronograma de obras do contrato emergencial está sendo cumprido e a obra estará 90% executada neste mês de setembro.

A conclusão do reforço e da demolição da laje Leste está prevista para outubro. O valor da obra, que inicialmente era de R$ 6 milhões, baixou para R$ 1.192.668,71, também segundo informações do Governo do Distrito Federal.

Contudo, a finalização de toda a cobertura será concluída em novembro, pois faz parte do contrato de revitalização da Novacap. Atualmente, 55 técnicos e engenheiros do governo estão trabalhando diariamente na obra causando menos impacto a cerca de 720 mil pessoas que passam diariamente pelo local.

“Desde de julho, quando o governo iniciou os reparos, até esta semana, foram feitos o escoramento da plataforma inferior, o tratamento das fissuras e a demolição da laje Oeste. A colagem da manta de fibra de carbono – moderna, resistente e econômica comparada ao aço – está sendo feita este mês. O material aumenta em dez vezes a firmeza da estrutura, que é impactada diretamente pela passagem de veículos na parte superior do terminal”, informou, em nota, a Agência Brasília.

A rodoviária foi parcialmente interditada para obras em junho deste ano, conforme noticiado pelo Diário do Transporte.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2019/06/27/rodoviaria-do-plano-piloto-no-distrito-federal-e-parcialmente-interditada-para-reforma/

As fissuras acima de 0,3 mm foram abertas e um material chamado epóxi foi injetado. “As próximas etapas são as mais rápidas. O processo de catalogar as fissuras era o mais difícil. São 30 mil metros quadrados de área e foi preciso entrar em cada uma”, explicou a engenheira da Novacap responsável pela fiscalização da obra, Simone Paiva.

Ainda de acordo com Simone, a laje do lado Leste ainda não foi demolida porque seria necessário fechar mais um acesso do espaço público.

“Poderia ser feito concomitantemente, mas temos uma via e uma escada de acesso única. Se fizéssemos de uma vez prejudicaríamos tanto o trânsito de pessoas quanto de veículos”, disse.

HISTÓRICO

Após vistorias da Novacap detectarem dilatação nas fissuras da estrutura que dá sustentação ao piso superior da Rodoviária do Plano Piloto, o governador Ibaneis Rocha determinou que o trânsito fosse totalmente interrompido.

Como medida de segurança, o trânsito de veículos pesados está suspenso. O tráfego de carros e motocicletas só é permitido na pista que liga o Eixo L Sul ao Eixo L Norte. Por ali, condutores que se deslocam da Asa Sul para a Asa Norte seguem na mesma via, porém, com apenas duas faixas de acesso liberadas.

Já a terceira faixa foi revertida para atender o fluxo dos motoristas que seguem em sentido contrário, da Asa Norte para a Asa Sul.

Nenhum veículo pode atravessar a via que liga o shopping Conjunto Nacional ao Conic, no sentido Norte-Sul. Por ali o trânsito foi totalmente interrompido e só é permitida a passagem de pedestres e ciclistas. Os estacionamentos da parte superior da rodoviária também foram temporariamente interditados.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta