Bruno Covas anuncia liberação parcial do viaduto Alcântara Machado

Os técnicos da Defesa Civil e da Prefeitura de São Paulo fizeram uma vistoria nesta sexta. Foto: Prefeitura de São Paulo.

Segundo o prefeito, não houve danos estruturais, mas recuperação total das avarias deve levar dois meses

JESSICA MARQUES

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anunciou na manhã desta sexta-feira, 13 de setembro de 2019, a liberação parcial do viaduto Alcântara Machado, na Radial Leste.

Por volta de 11h desta sexta, foram liberadas para trânsito três faixas em cada sentido. A Rua Piratininga, por sua vez, deve ser liberada ainda nesta tarde, segundo a Prefeitura.

Os técnicos da Defesa Civil e da Prefeitura de São Paulo fizeram uma vistoria nesta sexta e, segundo o prefeito, não houve danos estruturais, mas a recuperação total das avarias deve levar dois meses.

A informação foi divulgada por meio das redes sociais da Prefeitura de São Paulo. Apesar da liberação, veículos pesados ainda não poderão circular pelo viaduto, por questão de segurança.

“São 5 faixas no sentido centro e 4 sentido no bairro. Agora serão liberadas 3 faixas de cada sentido. Inicialmente, a circulação de caminhões está restrita até o próximo fim de semana, quando será feito um teste de carga para saber se já podem circular com segurança”, informou a Prefeitura, por meio do Twitter.

Após o incêndio, que ocorreu na noite desta sexta-feira, diversas linhas de ônibus foram afetadas.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2019/09/13/confira-a-relacao-de-linhas-de-onibus-e-trolebus-afetadas-por-interdicao-no-viaduto-alcantara-machado/

Confira a lista de linhas afetadas:

Trólebus 

2100/10 Term. Vl. Carrão – Pça. da Sé

Desvio no sentido centro: normal até a Rua dos Trilhos, retornando ao Terminal Vila Carrão.

3160/10 Term. Vl. Prudente – Term. Pq. D. Pedro ll

Desvio no sentido centro: normal até a Rua dos Trilhos, retornando ao Terminal Vila Prudente.

 Relação de linhas alteradas e itinerário alternativo:

Linhas alteradas e desvios:

2100/10 Term. Vl. Carrão – Pça. da Sé

Desvio no sentido centro: normal até a Rua dos Trilhos, retornando ao Terminal Vila Carrão.

3160/10 Term. Vl. Prudente – Term. Pq. D. Pedro ll

Desvio no sentido centro: normal até a Rua dos Trilhos, retornando ao Terminal Vila Prudente.

174M/10 Vl. Sabrina – Museu do Ipiranga

274P/10 Penha – Metrô Vl. Mariana

Desvio no sentido centro: normal até a Rua do Gasômetro, Viaduto Diário Popular, Av. do Estado, Av. Prof. Prefeito Passos, Rua Teixeira Leite, prosseguindo normalmente.

2101/10 – Pça Silvio Romero – Pça da Sé

Desvio no sentido bairro: Normal até a Av. Rangel Pestana, Av. do Exterior, Viaduto 31 de Março, Av. Alcântara Machado, prosseguindo normal, deixando cerca de 4 pontos desatendidos.

573H/10 Hosp. Sapopemba – Metrô Bresser

Desvio no sentido bairro: normal até a Rua do Hipódromo, Rua dos Trilhos, Rua Taquari, Rua da Mooca, Rua Borges de Figueiredo, prosseguindo normalmente.

MORADIAS

O incêndio afetou moradias que estavam localizadas embaixo do viaduto. O fogo teve início na noite desta quinta-feira, 12.

Segundo a Prefeitura, no total, 65 pessoas moravam na zona afetada, mas apenas uma aceitou abrigo oferecido por nossas equipes de assistência social.

“Desde 2017 aguardamos autorização judicial para promover a reintegração da área, ocupada irregularmente”, informou a Prefeitura.

As causas do incêndio estão sendo investigadas pelo 8º DP (Distrito Policial), segundo informações da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Rodrigo Zika! disse:

    Desde 2017 aguardando judicialmente? O que eles alegam pra autorizar a retirada dos barracos? Sendo que ali e uma local que em hipótese alguma pode ter nada embaixo, porque compromete a estrutura do viaduto, isso e um absurdo, o judiciário precisa ser punido quando toma decisões políticas e não corretas, ai demora e causa esse problema grave, enquanto tiverem o dinheiro na conta todo mês que vem do contribuinte não estão nem ai, ate quando isso?

  2. Vcs mal sabem o resultado da construção do Rodoanel seja sul, leste, oeste, em seu entorno. Está crescendo grande favelas do dia para a noite,,,o que deveria ser beneficio, já estamos vendo problemas gravíssimos com em Osasco, onde caminhoneiros e veículos de asseios são atacados…Em Calmon Viana, um mar de terreno sob Rodoanel, prontinho para virar favela.

Deixe uma resposta