Caio vende nove ônibus urbanos Millennium 100% elétricos para a Transwolff

Publicado em: 5 de setembro de 2019

modern buildings

Ônibus Millennium 100% elétricos farão recargas nos pontos de abastecimento instalados pela BYD, na garagem da Transwollf

ALEXANDRE PELEGI

A Caio Induscar acaba de completar a venda de nove unidades do ônibus Millennium, na versão 100% elétrica, para a empresa Transwolff, que opera linhas na Zona Sul da capital paulista.

Fabricados pela empresa chinesa BYD, que tem planta em Campinas, no interior paulista, as nove unidades foram encarroçadas pela Caio, em Botucatu, no interior de São Paulo.

Os ônibus contam com baterias com autonomia de, em média, 250 km, e capacidade de reverter a energia cinética em elétrica nos momentos de frenagem, sendo utilizada para realimentar o veículo.

Com 12,945 metros de comprimento, três portas de acesso e lotação total para 81 pessoas, os Millennium elétricos são versão piso baixo e possuem assentos destinados a pessoas com deficiência (PcD), mobilidade reduzida e idosos.

Equipados com tomadas USB, ar-condicionado, preparação para acesso à internet por wi-fi, monitoramento por câmeras e itinerários eletrônicos em Led, os novos Millennium contam ainda com sistema multiplex, que visa identificar possíveis falhas na parte operacional e elétrica dos veículos.

Os veículos possuem itens que conferem comodidade e conforto aos passageiros, como assentos totalmente estofados e barreiras aos efeitos solares dos vidros na cor fumê.

Os novos ônibus atendem às exigências da SPTrans, gerenciadora do sistema de transporte coletivo da capital, e integram o projeto-piloto de geração de energia da Prefeitura de São Paulo.

Os Millennium 100% elétricos farão recargas nos pontos de abastecimento instalados pela BYD, na garagem da Transwollf, na zona sul da cidade.

Segundo a encarroçadora Caio, a parceria com a Transwolff é de longa data.

A frota da operadora é composta por 1.200 veículos, sendo 60% da marca Caio, no modelo Apache Vip todos equipados com ar-condicionado, e mais 12 Millennium na versão 100% elétrica.

Leia também: Zona Sul de São Paulo vai receber 109 ônibus 0 km da Transwolff, 12 são elétricos

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. Altino disse:

    Quanto custa um onibus elétrico, ja encarroçado Caio Millenium

  2. Rodrigo Zika! disse:

    A noticia e muito bacana mais ao menos tempo vergonhosa, onde estão as empresas quase todas de SP que o senhor ruas faz parte como sócio pra também adquirir os mesmos? Sendo que essas empresas que deveriam operar nas regiões centrais principalmente esses modelos elétricos que combinam com os trajetos de ruas mais relevantes, absurdo uma ex cooperativa ter que chegar a frente e comprar definitivamente ao invés de ficar nos testes eternos e não comprar nenhum unidade, enquanto isso o prefeito poste abaixa a cabeça e finge não ver nada, mau consegue evitar protestos e possíveis greves, piada.

Deixe uma resposta