Primeiro trem da Linha 13-Jade vindo da China desembarca no porto de Santos nesta quinta-feira

Publicado em: 4 de setembro de 2019
CPTM

O trem embarcou para o Brasil em 20 de junho. Foto: Divulgação / CPTM.

Nova composição atenderá ligação entre a capital e o Aeroporto de Guarulhos

JESSICA MARQUES

O primeiro trem do lote de oito unidades adquiridas pelo Governo do Estado de São Paulo na China para circular na Linha 13-Jade da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) desembarcará no Porto de Santos na manhã desta quinta-feira, 05 de setembro de 2019.

O trem embarcou para o Brasil em 20 de junho em navio especial que atracou no porto na noite desta quarta-feira, segundo informações da CPTM.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2019/06/03/cptm-mostra-em-redes-sociais-primeiro-trem-chines-com-bagageiros-para-linha-13-jade-do-aeroporto/

O novo trem será transportado de carreta para a Oficina de Presidente Altino, da CPTM, onde vai passar por testes nos sistemas elétricos, mecânicos e de sinalização, antes de entrar em operação na Linha 13-Jade, que liga a capital paulista ao Aeroporto Internacional de Guarulhos.

O consórcio Temoinsa-Sifang venceu a licitação internacional com a apresentação da melhor proposta no valor de R$ 316,7 milhões para a fabricação dos oito trens. A aquisição dessa frota está sendo financiada com recursos do Banco Europeu de Investimento (BEI), que disponibilizou € 85 milhões para o Governo do Estado de São Paulo, também de acordo com a CPTM.

“Os principais diferenciais dessa frota, chamada 2500, são o bagageiro para malas pequenas localizado acima dos assentos e o espaço específico para malas grandes. Esses itens vão garantir conforto na viagem até o Aeroporto Internacional de Guarulhos. Atualmente, circulam na Linha 13-Jade trens novos do mesmo padrão das demais linhas da CPTM”, informou a Companhia, em nota.

A CPTM informou ainda que os trens chineses terão oito carros cada um, totalizando 170 metros de comprimento.

“Possuem salão contínuo de passageiros (passagem livre entre os carros), monitoramento com câmeras na parte externa e interna, além de serem acessíveis para pessoas com mobilidade reduzida ou deficiência. Também dispõem de monitores digitais internos com informações sobre a prestação de serviços e reconhecimento eletrônico automático do maquinista por meio de biometria.”

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Comentários

  1. dinheiro gasto sem nenhuma necessidade, se aqui mesmo, em nosso estado, foram fabricados a maioria não consigo entender..

    1. Juquinha disse:

      Então volte aos bancos escolares e tente entender antes de bostar na internet.

  2. Paulo Gil disse:

    Amigos, boa noite.

    Mais uma prova do desperdício do dinheiro do contribuinte.

    Trem novo para a linha NATIMORTA – 13 JADE.

    A maior imbecilidade do mundo, quem vai viajar de avião não vai embarcar nas estações lotadaças da Luz e do Brás; sem falar que não há segurança nas redondezas destas estações.

    E o pior, vai desembarcar fora do aeroporto.

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    E pra fechar com chave de ouro não esqueçam:

    “CUIDADO COM O VÃO E A ALTURA ENTRE O TREM E A PPLATAFORMA”

    Mas na linha 13 – JADE novinha tem isso?

    Tem.

    Quem não acredita faça a viagem; eu já fiz, v e li.

    Att,

    Paulo Gili

    1. EVANDRO WILSON disse:

      Como tem gente desinformada achando que é especialista em transporte público! Meu Deus!!!

Deixe uma resposta