Linha de ônibus para atender alunos da UFABC, em São Bernardo do Campo, começa a operar em outubro

Publicado em: 1 de setembro de 2019

Ainda de acordo com a EMTU, a linha de ônibus terá integração tarifária com as linhas 148 e 154. Foto: EMTU / Divulgação.

Tarifa custará R$ 4,55 e haverá integração tarifária com as linhas 148 e 154

JESSICA MARQUES

A linha de ônibus criada para atender alunos da UFABC (Universidade Federal do ABC), no campus de São Bernardo do Campo, começa a operar em outubro com tarifa a R$ 4,55.

A informação foi confirmada ao Diário do Transporte pela EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), responsável pela criação do novo itinerário, denominado 148 EX1.

Ainda de acordo com a EMTU, a linha de ônibus terá integração tarifária com as linhas 148 – São Caetano do Sul (Terminal Rodoviário Nicolau Delic) / São Bernardo do Campo (Jardim Leblon) e 154 – São Bernardo do Campo (Jardim Nazareth / São Paulo (Terminal Sacomã).

“A previsão para início da operação da linha 148 EX1 é outubro e sua tarifa custará R$ 4,55. As demais informações estão corretas em relação ao itinerário, uso do Cartão BOM e integração tarifária com as linhas 148 e 154”, informou a EMTU, em nota.

Atualmente, os alunos da UFABC estão em férias e o próximo quadrimestre tem início no fim de setembro. Segundo a Universidade, a nova linha de ônibus já atenderá os estudantes neste próximo período letivo.

“O novo itinerário (148EX) deve circular a partir do próximo quadrimestre e servirá como alternativa para alunos realizarem a integração com linhas para a estação de trem de São Caetano do Sul (148) e Metrô Sacomã (154)”, informou a UFABC, em nota.

O serviço vai funcionar com integração tarifária em sistema circular, com o seguinte trajeto: Campus, Av. Kennedy, Av. Senador Vergueiro e retorno.

A UFABC ressaltou, em nota, que a criação dessa linha foi resultado de diversas reuniões realizadas na EMTU e na Secretaria de Transportes de São Bernardo do Campo, sempre acompanhadas por representações estudantis e da Reitoria.

O itinerário é uma demanda antiga dos estudantes e foi solicitada em reunião na (Assembleia Legislativa de São Paulo), com a presença de representantes da EMTU, de estudantes do Diretório Acadêmico de São Bernardo e do Diretório Central dos Estudantes da UFABC, além do deputado Teonilio Barba.

Conforme noticiado pelo Diário do Transporte, os alunos têm à disposição um serviço de ônibus fretado gratuito. Contudo, está proibida a circulação dos veículos com passageiros em pé, o que reduz a capacidade de transporte consideravelmente.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2019/04/30/ufabc-proibe-passageiros-em-pe-nos-onibus-fretados-e-obriga-identificacao-para-embarque/

As novas regras passaram a valer em 03 de maio de 2019, quando a empresa JP Grandino assumiu operação do transporte de alunos e funcionários por meio do serviço de fretamento.

Também de acordo com o que foi noticiado pelo Diário do Transporte, a definição da empresa que presta o serviço foi feita por meio de um pregão eletrônico. A vigência do contrato tem duração de um ano e possibilidade de ser prorrogado anualmente até 2024.

Segundo informações da UFABC, o valor anual contratado é de R$ 2,99 milhões. Para o serviço, estão sendo disponibilizados seis ônibus de padrão rodoviário, nos quais os alunos não podem viajar em pé.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2019/04/24/jp-grandino-vence-licitacao-para-operar-fretados-da-ufabc-e-estudantes-temem-reducao-da-capacidade-de-transporte/

TRANSPORTE ENTRE CAMPI

Durante a reunião, os alunos também tomaram conhecimento de que a EMTU/SP estuda a criação de outra linha ligando os campi Santo André e São Bernardo do Campo. Ainda não há detalhes sobre esse itinerário.

O novo serviço deve ser implantado a médio prazo, conforme informado pela EMTU ao Diário do Transporte.

Quando houve a mudança de empresa responsável pelo serviço de fretamento na UFABC, os estudantes solicitaram às prefeituras de Santo André e São Bernardo do Campo a criação de linhas de ônibus adicionais, além de um itinerário intermunicipal interligando os campi, sob responsabilidade da EMTU.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Comentários

  1. Silene Santos disse:

    Sobre linha UFABC , até que enfim as universidades do ABC são muito mal servidas de transporte. Várias regiões as PM Munic colocam ônibus exclusivos.aqui nada grande SP além de ser caótico não colicam linhas exclusivas aos estudantes.

Deixe uma resposta