Motoristas da Piracema encerram greve em Jaboticabal (SP)

Foto: Juliano Sgrigneiro

Paralisação durou vários dias após a empresa deixar de pagar salários e benefícios

ALEXANDRE PELEGI

Motoristas da Viação Piracema de Transportes Ltda, que opera o transporte coletivo na cidade de Jaboticabal, interior de São Paulo, encerraram uma greve que durou vários dias.

A decisão de voltar ao trabalho foi tomada nesta sexta-feira à tarde, 30 de agosto de 2019, após a empresa pagar uma parte dos salários atrasados e prometer quitar a outra parte na próxima semana.

No total são 33 motoristas, que deixaram de dirigir em nove das 12 linhas que fazem o transporte na cidade. As três linhas restantes, segundo a Piracema, foram mantidas para cumprir o mínimo exigido por lei.

Os motoristas cruzaram os braços em cobrança por dois meses de atraso nos salários, vale refeição e plano de saúde. Os trabalhadores reivindicam também que a empresa volte a depositar o FGTS, o que não vem sendo feito há 5 anos.

Em dificuldades financeiras, a Piracema, com sede em Piracicaba, estaria em fase de transição do transporte na cidade, repassando o contrato para outra empresa de Campinas.

O contrato atual com a prefeitura expira somente em 2028.

No meio da semana, o sindicato dos motoristas conseguiu bloquear judicialmente um repasse de cerca de R$ 160 mil da prefeitura para a empresa, o que acelerou as negociações que puseram fim à paralisação.

A prefeitura, que subsidia a tarifa, tem cobrado que a empresa faça a renovação da frota de 15 ônibus utilizados nos serviços de transporte, como determina o contrato. O prazo se encerrará em cerca de 90 dias.

A prefeitura pode declarar a caducidade da concessão e intervir temporariamente na empresa, provocando uma nova licitação. Um novo contrato está estimado em R$ 40 milhões.

EMPRESA TEVE PROBLEMAS COM LINHAS INTERMUNICIPAIS DA EMTU

No começo de agosto, após uma paralisação de quase um mês, a Viação São João assumiu as linhas intermunicipais da Viação Piracema que atendiam as cidades de Araçoiaba da Serra e Salto de Pirapora, na Região Metropolitana de Sorocaba. Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2019/08/08/apos-greve-de-quase-um-mes-viacao-sao-joao-assume-linhas-da-piracema-no-interior-paulista/

A mudança foi determinada pela EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) e entrou em vigor no dia 09 de agosto de 2019.

Assim como em Jaboticabal, os funcionários da Piracema iniciaram a greve em 12 de julho de 2019 em protesto contra uma série de irregularidades. O sindicato alegou problemas quanto ao pagamento do salário, tíquete-refeição, férias, além do corte no plano de saúde e o não recolhimento do FGTS. Outra queixa dos funcionários é quanto a problemas mecânicos da frota.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. CASSIO ROGERIO SABINO disse:

    Bom dia Alexandre, qual empresa de Campinas estaria assumindo o serviço da Piracema em Jaboticabal ???

    1. blogpontodeonibus disse:

      Não temos essa informação

Deixe uma resposta